Em meio à pandemia do coronavírus, Presidente da Ameacre defende reabertura de igrejas


Compartilhe

Na contramão das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do isolamento social e das medidas de contenção ao novo coronavírus (covid-19), o Presidente da Associação dos Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre), Pastor Paulo Machado, defende a reabertura e o retorno imediato dos cultos nas igrejas evangélicas do Acre.

O Pastor, que na quinta-feira (23) se reuniu por videoconferência com o Governador Gladson Cameli (PP), sustenta sua posição. Segundo Paulo Machado, é seguro limitar em 30% o acesso do público às celebrações e assume qualquer responsabilidade pela eventual contaminação de algum membro.

“A flexibilização se faz necessária com toda cautela”, afirmou. “Com o decreto, as igrejas se adequaram e começaram a fazer os cultos por meio de transmissões na internet”, lembrou.

A determinação do Estado é para que os templos religiosos permaneçam fechados até o dia 31 de maio com o objetivo de evitar aglomerações. O Acre, em rota de crescimento no número de infectados, está em fase de transmissão comunitária, o que torna ainda mais difícil o combate ao coronavírus (covid-19).

Gladson reiterou, na reunião remota, sua preocupação com o crescimento dos casos e dos óbitos causados pelo covid-19. “O momento que estamos passando é gravíssimo e a minha maior preocupação é salvar vidas. Peço compreensão para que possamos tomar a melhor decisão. Este momento está servindo para que a humanidade possa fazer uma grande reflexão”.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner