Projeto de Lei de Gladson concede 100% de adicional de insalubridade a servidores da saúde


Compartilhe

O Governo do Estado pretende encaminhar, ainda nesta segunda-feira (27), o projeto de lei que amplia em 100% o pagamento de adicional de insalubridade para os profissionais da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

A proposta vem como um contra-ataque à tentativa do deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) de emplacar uma nova gratificação para os profissionais durante votação do Programa Estadual de Enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) na Assembleia Legislativa, que abriu e incorporou no orçamento vigente o crédito adicional especial no valor de R$ 91.972.343,86.

O PL visa dobrar o adicional de insalubridade já repassado aos servidores da pasta e é vendido pelo Executivo como uma das medidas do pacote de valorização dos profissionais posicionados na linha de frente do combate ao coronavírus.

De acordo com a ementa, serão beneficiados com a proposta, profissionais enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, auxiliares de enfermagem, técnicos em radiologia, motoristas, agentes de saúde, biomédicos, bioquímicos, dentistas, nutricionistas, biólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas, farmacêuticos, motoristas, médicos, entre outros. Se aprovado o Projeto de Lei contemplará mais de 3.500 servidores da saúde com eficácia enquanto durar o estado de calamidade pública decretado em decorrência da pandemia do coronavírus.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner