Proprietário de lanchonete destruída por incêndio acredita que a causa foi um curto circuito


Compartilhe

Seu Francisco, dono da lanchonete Talita Cumi que ficava localizada no cruzamento da Av. Getúlio Vargas com a rua Coronel Alexandrino, foi surpreendido ao chegar em seu local de trabalho no início dessa manhã e ver tudo sendo consumido pelas chamadas, comovido, disse que ficou paralisado, sem entender o que estava acontecendo.

Ao traço que narrada sua chegada pela manhã, o homem tentava fazer um cálculo mental do prejuízo que havia sofrido, “por baixo uns R$ 30 mil”, disse desolado. Seu Francisco lamenta ainda o fato de que oito funcionários ficarão sem o sustento da sua família após o incêndio.

“O prejuízo é muito maior, só aqui foram oito pessoas que vão deixar de se alimentar, de tirar o sustento da sua família”, ao ser questionado sobre as possíveis causas do incêndio, seu Francisco acredita que embora a fiação seja nova, ocorreu um curto circuito na cozinha que acabou destruindo toda a lanchonete. O nome, Talita Cumi, faz alusão a uma passagem bíblica encontrada em Marcos, capítulo 5, versículo 41 que diz: “E, tomando a mão da menina, disse-lhe: Talita cumi; que, traduzido, é: Menina, a ti te digo, levanta-te.”

Marcos 5:41

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner