“Se o Governo continuar de braços cruzados, vamos acionar o MP”, afirma Presidente da Asspen


Compartilhe

O Presidente da Associação dos Policiais Penais, Eden Alves Azevedo, em entrevista concedida ao Correio68 na noite desta sexta-feira (01), enfaticzou a preocupação da Asspen em relação às condições sanitárias dos presídios do estado e a vulnerabilidade dos policiais penais frente ao contágio do coronavírus.

Azevedo assinou uma nota publicada pela Associação, informando sobre a morte de um detento com sintomas de coronavírus no inicio desta noite na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito.

O Policial Penal afirmou à redação do Correio68, que já encaminhou ofícios para a Direção do IAPEN e para a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública, no entanto não obteve resposta. No documento, a Asspen trata da fragilidade do sistema prisional do estado e pede condições minimas para os policiais penais, técnicos administrativos e presidiários.

“Os policiais penais do Acre estão em alerta máxima. Já encaminhamos ofício para o IAPEN, para a SEJUSP e nada de resposta. Estamos tentando falar com o Governador faz meses. A Asspen está analisando a melhor medida a ser tomada, caso a situação continue sem resposta, acionaremos o Ministério Público”, finalizou Azevedo.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner