Gladson contraria empresários acreanos e reafirma compromisso com a vida das pessoas


Compartilhe

O Governo realizou nesta terça-feira (05) uma reunião por videoconferência com empresários de diversos municípios do estado. Na pauta, dentre outros assuntos, o foco foi a reabertura do comércio em todo o estado.

Logo que surgiram os primeiros casos confirmados da covid-19 no Acre, o governador Gladson Cameli (PP) limitou o  funcionamento do comércio com o intuito de controlar a propagação do coronavírus e de salvaguardar vidas, tomando como exemplo países e cidades brasileiras, que naquele momento, já vivenciavam índices alarmantes da doença.

O primeiro a se posicionar foi presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços Agrícolas do Acre (Acisa) Celestino Bento. Segundo o presidente, as medidas adotadas pelo Governo foram rigorosas demais e afetam a maioria a maioria dos setores do comércio. Celestino tentou ainda, de maneira superficial, comparar o funcionamento dos supermercados – que estão no rol de serviços essenciais – com o dos demais estabelecimentos comerciais.

Na contramão, o empresário George Pinheiro, Presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresarias do Brasil (CACB), elogiou o governador pelo cuidado e compromisso com a vida dos acreanos. George lembrou também, que o comércio e, consequentemente a economia do estado é dependente do funcionalismo público e que o Governo tem honrado com a folha de pagamento dos servidores públicos.

O Governador Gladson por sua vez, depois de ouvir os empresários, reafirmou sua postura de compromisso com a vida. Ressaltou que as reivindicações são coerentes no tocante à questão econômica, porém equivocadas, sob o ponto de vista sanitário e epidemiológico.

“Vivemos uma situação extremamente delicada e o nosso governo tem feito tudo que pode para enfrentarmos essa pandemia, mas precisamos escolher entre salvar vidas e salvar a economia. Eu entendo que sem vidas não há economia. Por isso, o momento pede a união de todos”, sustentou o governador.

Os indicadores de contaminação pela covid-19 estão em ascensão e a região norte caminha para ser o novo epicentro da pandemia no Brasil. Os números mostram que os países, estados e municípios que, no primeiro momento, negligenciaram a letalidade do coronavírus, são os que mais sofrem com a disseminação dele atualmente.

No Acre, o número de casos confirmados continua aumentando, no entanto a postura assertiva de Gladson ao insistir na manutenção do isolamento social e de enrijecer as medidas de contenção tem ajudado no combate ao vírus.

 

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner