“Nem passa pelas nossas cabeças reabrir fronteiras com o Brasil”, diz presidente do Paraguai


Compartilhe

Na primeira semana de maio, o Paraguai registrou apenas 196 casos do novo coronavírus, enquanto o Brasil deu um enorme salto chegando 145 mil casos, mas das confirmações no Pagraguai, 170 são procedentes do Brasil, isso significa que 86,7% dos diagnósticos no início do mês no país vizinho vieram de pessoas que estiveram em solo brasileiro, mostram dados do Ministério da Saúde paraguaio.

A tendência se manteve nesta sexta-feira (8), primeiro dia da segunda semana de maio: foram confirmados 101 casos de novo coronavírus, 97 “importados” do Brasil. O Ministério da Saúde paraguaio começou, no primeiro dia do mês, a divulgar números de pacientes procedentes do território brasileiro.

Segundo o jornal “ABC Color”, o presidente paraguaio, Maria Abdo Benítez, demonstrou preocupação com o avanço do novo coronavírus na região: “Com o que acontece no Brasil, não passa pelas nossas cabeças abrir a fronteira”, afirmou.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner