GESTÃO ENGESSADA: mais um dia que o decreto de rodízio de veículos não saiu


Compartilhe

Se por um lado o Governador Gladson Cameli tem se mostrado eficiente e rápido nas ações de combate ao novo coronavírus, por outro, a Prefeita Socorro Neri sofre com os reflexos de uma gestão engessada.

O decreto de rodízio de veículos, embora anunciado pelo Governador no início desta semana, é de competência do município. As regras do jogo, veículos que rodam, em quais dias, fechamento de ruas e avenidas devem ser definidas pela equipe de Socorro. Ao Estado, cabe a fiscalização das normas oriundas do famigerado decreto.

Segundo Gladson, em vídeo divulgado depois de uma reunião com a prefeita, o rodízio de veículos em Rio Branco seria publicado até ontem, quarta-feira (13), no Diário Oficial. Até o momento desta reportagem nada aconteceu.

Os níveis de isolamento social no Acre atingem a marca de 48%, segundo a plataforma “In loco”. Rio Branco, no entanto, continua sendo uma das capitais que menos obedece as regras determinadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O emprenho dos gestores na luta contra a pandemia é notável, o cansaço também. Ocorre que o trabalho, ainda que o resultado dele se concentre politicamente em um único agente público, é desempenhado pela equipe. No caso da Prefeita Socorro Neri, depois da “reforma administrativa”, coincidência ou não, o grupo parece travado e sem muita habilidade para tratar de temas críticos.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner