Polícia Federal conclui que Adélio Bispo agiu por conta própria ao dar facada em Bolsonaro


Compartilhe

O delegado da Polícia Federal, Rodrigo Morais, entregou à Justiça Federal em Juíz de Fora (MG) o resultado das investigações sobre o motivo que levou Adélio Bispo de Oliveira a dar uma facada no, na época ainda candidato a presidente, Jair Messias Bolsonaro no dia 6 de setembro de 2018. A conclusão é de que Adélio agiu sozinho, sem mandantes e sem ajuda de terceiros.

A investigação aponta que Adélio Bispo foi o único responsável tanto pelo planejamento da ação criminosa quanto por sua execução, não tendo sido comprovada, por exemplo, a participação de agremiações partidárias, facções criminosas, grupos terroristas ou paramilitares.

Trecho da conclusão do segundo inquérito da PF sobre o atentado a Bolsonaro. — Imagem/Reprodução

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner