Teich pede demissão do Ministério da Saúde e “passa o Fiat Marea para frente”


Compartilhe

“Está difícil conciliar os desejos de Bolsonaro com a realidade”, com essas palavras o agora ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira (15), um dia antes de completar um mês.

O médico oncologista discordou do presidente em diversos questionamentos sobre a crise do coronavírus, já é o segundo ministro que passa pelo cargo máximo da saúde do país durante a pandemia.

O secretário-executivo e general Eduardo Pazuello é o mais cotado para ser seu substituto e assumir o “Fiat Marea”, trocadilho usado para se referir à dor de cabeça que o cargo pode trazer para quem o assumir.

Nelson Teich ainda declarou que esse é o dia mais triste da sua vida e que “não vai manchar a sua história por causa do cloroquina.”

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner