Em nota, Asspen alerta Iapen sobre condições insalubres e risco de contágio por Covid-19 nos sistema prisional


Compartilhe

A Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (Asspen) enviou um ofício ao Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre (Iapen) informando risco de contágio por Covid-19 em exercício do trabalho.

Confira nota na íntegra:

“NOTA INFORMATIVA

A Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (ASSPEN), informa que está atenta às demandas dos trabalhadores do sistema prisional acreano, e que por isso, enviou um ofício alertando o Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre (Iapen) sobre as condições de insalubridade, falta de efetivo e de equipamentos de proteção individual (EPIs) no sistema penitenciário acreano.

O ofício foi encaminhado nesta segunda-feira, 18, e alerta a entidade sobre as reclamações e denúncias relacionadas ao grande risco do contágio da COVID-19, devido a falta de EPIs e as más condições de insalubridade das unidades prisionais a qual os policiais estão submetidos.

No documento, a ASSPEN reforça ainda que falta efetivo para substituir os policiais afastados por causa da pandemia, e que, o número reduzido de profissionais pode colapsar o sistema. O que na prática, significaria risco de fugas em massas e rebeliões.

Por essas razões, a Associação pede reforço de efetivos, EPIs, melhores condições de trabalho para os policiais penais, além de denunciar a postura autoritária de alguns diretores das unidades prisionais, que estão excluindo servidores dos grupos funcionais, quando os mesmos discordam de suas determinações.

Caso as solicitações não sejam atendidas, a ASSPEN informa que encaminhará as demandas aos demais órgãos competentes da segurança pública do Acre.

EDEN ALVES AZEVEDO
PRESIDENTE DA ASSPEN”

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner