Mesmo após suspensão de testes pela OMS, Ministério da Saúde mantém indicação de cloroquina para Covid-19


Nesta segunda-feira (26), a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou que suspenderia testes feitos com cloroquina e hidroxicloroquina em laboratórios de mais de cem país devido ao risco de aumentar taxa de mortalidade. Mesmo com a recomendação e medida do órgão máximo de saúde mundial, o Ministério da Saúde do Brasil continuará a indicar o medicamento para combate à Covid-19.

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, disse que a determinação da OMS não tem uma metodologia “aceitável para servir de referência”.

“O estudo não é um ensaio clínico, é apenas um banco de dados coletado de vários países. Não entra em um estudo metodologicamente aceitável para servir de referência para outros países muito menos para o Brasil”, disse Pinheiro.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira