Ex-Vasco, atacante Maxi Lopez é acusado de racismo por zagueiro do Botafogo


Compartilhe

Longe do Brasil há um ano, o atacante argentino Maxi Lopez, que atuou por Barcelona, Milan e Vasco da Gama voltou a estampar os jornais brasileiros. Em meio a onda de protestos contra o racismo, o La Barbie, como é conhecido foi acusado de ter cometido o preconceito contra Marcelo Bevenuto, zagueiro do Botafogo.

O próprio Bevenuto foi quem fez a acusação, na última segunda-feira (1º), o zagueiro disse que durante a disputa de um clássico na Taça Rio 2019 ele foi chamado de “preto de m*rda” pelo vascaíno.

O argentino não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, mas publicou em seu instagram quatro fotos com jogadores negros que foram seus parceiros em outros clubes, são eles: Samuel Armenteros, atleta do Crotone (Itália), com o camarônes Samuel Eto’o com quem jogou junto no Barcelona (Espanha), com o ganês Sulley Muntari, com quem atuou no Milan (Itália) e por último, um brasileiro, Ronaldinho Gaúcho, com quem conquistou junto o título da Liga dos Campeões da UEFA de 2005-06 pelo Barcelona.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner