Demissões na Globo já incluem Stênio Garcia, Zeca Camargo, Zé de Abreu e Miguel Falabella


Compartilhe

A Globo parece passar por uma drástica reformulação no ano de 2020, muitos indicam ser uma crise dentro da emissora, outros acreditam apenas ser uma renovação, mas os fãs de rostos conhecidos da TV estão ficando tristes com as saídas de pessoas que cresceram vendo nas telinhas.

Stênio Garcia, de 87 anos, o eterno tio Ali de O Clone ou o Bino do seriado Pedro e Bino, disse estar sem chão após não ter seu contrato renovado com a emissora em que trabalhou por 47 anos. Para tentar a renovação, ele conseguiu a palavra da autora acreana Glória Perez de que iria estar no elenco de sua próxima novela em 2021, mas nem isso foi o suficiente para escapar do RH da Globo.

Regina Duarte não foi uma surpresa para ninguém, a atriz de 73 anos encerrou um legado de 50 anos com a emissora de onde conseguiu a alcunha de “namoradinha do Brasil”, protagonista em diversas novelas, Regina foi dispensada ao se aliar a um inimigo político da emissora, o atual presidente Jair Bolsonaro, Regina chegou a ser nomeada chefe da Secretaria de Cultura na qual foi exonerada no último dia 20 de maio. A Globo rompeu o contrato com Regina Duarte pouco tempo após a atriz aceitar o convite de fazer parte do governo.

Zeca Camargo, que estava na emissora desde 1996, foi um dos dispensados essa semana. O apresentador ficou conhecido por apresetar o programa No Limite em 2000, chegando até o Fantástico em seguida, seu último trabalho na emissora foi no programa É de Casa.

José de Abreu se envolveu em diversas polêmicas nos últimos tempos, de cuspir em críticos em restaurante e se autoproclamar presidente da república para criticar o venezuelano Juan Guaidó, desde que o ator decidiu ser ativista político em favor da extrema-esquerda, ele não recebe novos papeis na emissora. Hoje vivendo na Nova Zelândia, ele revelou em uma live com o ex-presidente Lula que entrou em um acordo com a Globo e deixará a emissora após 40 anos.

O último e talvez o mais inesperado, foi Miguel Falabella, após 39 anos fazendo parte do elenco de contratados da Rede Globo, não teve o seu contrato renovado. Falabella tem um enorme legado na emissora, desde a apresentação do Vídeo Show à atuação e direção de importantes programas como Sai de Baixo, A Noiva de Copacabana, Pé na Cova e Toma Lá, Dá Cá e algumas novelas.

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner