Padre critica reabertura de templos religiosos no Acre e afirma que igrejas católicas permanecerão fechadas


Compartilhe

O padre Massimo Lombardi da Diocese de Rio Branco declarou, em entrevista a um jornal local, ser veementemente contra o Projeto de Lei aprovado na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), que autoriza a reabertura de templos religiosos no estado, com 30% da lotação permitida.

Segundo o padre, o projeto é equivocado e sua sanção pode contribuir com o crescimento do número de contaminados no Acre. “Projeto super errado. Estamos em uma fase, ainda, em que a cada dia o número de óbitos e infectados cresce significativamente no nosso Estado. Não temos condições de testar as pessoas. A orientação dada a nós católicos é a mesma: igrejas fechadas. Vamos correr riscos?”.

padre Massimo Lombardi

Padre Massimo destacou ainda, a crença de que a igreja também pode ser a casa dos fiéis. “Temos refletido muito sobre isso nestes tempos. As orientações estão ocorrendo normalmente por meio das tecnologias. É a forma mais segura que temos de nos relacionar com os fieis, e ninguém está abandonado por isso. Pelo contrário, as pessoas estão aprendendo que a igreja também é doméstica. Ela começa em casa, na comunhão com os nossos”, concluiu.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner