‘Se eu flexibilizar e não der certo, eu volto atrás’, diz Gladson Cameli em reunião com empresários


Compartilhe

O governador Gladson Cameli (Progressistas) afirmou na tarde desta terça-feira (9) que estuda flexibilizar as regras de isolamento com aplicação de algumas medidas, mas que poderá voltar atrás caso a situação no Estado piore. Somente hoje, o Acre registrou 329 novos casos da doença.

Gladson afirmou que é preciso contar com a consciência social para evitar que o caso se agrave no estado, que apesar da inauguração de novos leitos de UTI e de dois hospitais de campanha, um em Rio Branco e outro em Cruzeiro do Sul, o Estado poderá não dar conta caso a pandemia venha a piorar.

O governador também se reuniu com empresários, comandado pelo presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Adriano, e reforçou que mesmo com pressão, fará o que for melhor para a população.

“Com pressão eu não vou para lugar nenhum. Não me deixo pressionar. Vou fazer o que é melhor para a população. Se eu flexibilizar e não der certo eu volto atrás. As pessoas têm que entender que não é hora de ficar por aí passeando”, diz.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner