5 brasileiros negros famosos que já foram retratados como brancos na cultura popular


Compartilhe

O Brasil teve um dos piores regimes escravocratas do mundo, além de ter sido o último país a abolir a escravidão. Mesmo após a liberdade dos escravos, aqueles que se destacavam eram retratados como brancos na cultura popular, o site Aventuras na História pontuou cinco personalidades da história brasileira que eram negros, mas que muitos ainda acreditam que eram brancos.

Machado de Assis

Uma das maiores referências da arte nacional e um dos mais relevantes literatos da língua portuguesa. Assis é até hoje uma das maiores referências da literatura lusófona. Um dos maiores exemplos de um gênio singular negro que foi embranquecido pela fotografia.
Maria Firmina dos Reis

Grande escritora maranhense, foi a primeira autora de um romance no Brasil: Úrsula (1859). Seu trabalho envolveu a área de música, poesia, antologias, notícias e política; além disso, era engajada no movimento pela abolição da escravatura e causas sociais.

Nilo Peçanha

O primeiro presidente de descendência negra do Brasil, passou pelo Senado, pela Constituinte de 1890 e foi presidente da província do Rio de Janeiro. Por razões políticas, negava sua ascendência negra. Nos jornais, muitos chargistas escreviam piadas sobre a sua pele.

Padre José Maurício

Famoso clérigo católico, ficou famoso por sua produção musical. Atuou como professor de música e compositor de música sacra. Em 1798, recebeu licença para pregar e, partiu para uma vida de missionarismo como mestre de capela da Catedral no Rio de Janeiro.

Lima Barreto

Famoso escritor brasileiro e neto de escravos, Lima começou sua carreira com produção de contos curtos. Atuou também como poeta, contista, cronista e, ainda teve considerável ação política contra a estrutura racista e escravista do Rio de Janeiro.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner