Procon e Vigilância Sanitária fazem um limpa e apreendem duas toneladas de alimentos em supermercado da capital


Compartilhe

O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC), em parceria com a Vigilância Sanitária municipal efetivaram uma frente de fiscalização no estabelecimento atacadista Mineirão, situado na cidade de Rio Branco.

A ação foi realizada durante toda a segunda-feira, 8, e contou com o apoio da Promotoria de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público do Acre (MPAC) para averiguar as procedências de denúncias feitas por clientes sobre a comercialização de alimentos impróprios para o consumo.

Inicialmente foram constatadas falhas nos maquinários do setor de frios e congelados, onde os agentes fiscais detectaram que diversos produtos como frango, carne, linguiça, camarão, entre outros, estavam sendo refrigerados em temperaturas inadequadas para a conservação dos referidos itens.

“Com este trabalho em conjunto foi possível averiguar, por meio de termômetros digitais, a temperatura dos alimentos que estavam sendo comercializados e comparar se as informações coletadas estavam de acordo com as descrições contidas nas embalagens dos produtos”, relata o diretor-presidente do Procon/AC, Diego Rodrigues.

Na oportunidade, também foram detectadas outras irregularidades como, por exemplo, a violação das embalagens de alguns produtos, alimentos refracionados que estavam sem a identificação do produto de origem, além dos rótulos dos mesmos não constarem as informações nutricionais.

“Os gêneros alimentícios ofertados em qualquer estabelecimento devem estar condicionados em estruturas constantemente higienizadas, onde o produto exposto ao consumidor, siga os devidos padrões de conservação, refrigeração ou congelamento, para evitar qualquer dano à saúde da população, principalmente neste período que vivenciamos a pandemia de Covid-19”, declara Diego Rodrigues.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Assessoria de Comunicação

Close Bitnami banner