Mineirão Atacarejo vai ser investigado por venda de produtos inadequados para consumo


Compartilhe

O Mineirão Atacarejo (antigo Makro) será investigado por estar, supostamente, expondo à venda produtos em condições impróprias ou inadequadas para o consumo.

O inquérito civil para apurar os fatos foi instaurado nesta sexta-feira (12) pela promotora de justiça Alessandra Marques do Ministério Público do Acre (MPAC).

O procedimento é fruto de uma fiscalização feita no local na última segunda-feira (8), pelo Procon/AC e pelo Departamento de Vigilância Sanitária, na qual se comprovou a existência de toneladas de produtos impróprios ao consumo.

Dentre as problemáticas constatadas no local, foi identificado que várias câmaras frias, que devem manter a temperatura adequada para a conservação dos alimentos, não estavam funcionando adequadamente. Assim, 90% dos frios foram apreendidos pelas equipes de fiscalização no estabelecimento.

A promotora determinou que sejam devidamente lançados nos autos todos os documentos pertinentes ao caso e determinou a expedição de ofícios ao PROCON/AC e ao Departamento de Vigilância Sanitária para que apresentem cópias resultantes da fiscalização, inclusive, dos autos de eventuais procedimentos administrativos.

Alessandra determinou ainda, que o Mineirão Atacarejo esclareça, por escrito, os motivos da exposição imprópria.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner