WhatsApp Pay: Saiba como vai funcionar o recurso que permite enviar dinheiro pelo WhatsApp


Compartilhe

O WhatsApp anunciou a liberação do WhatsApp Pay, novo serviço de pagamentos e transferências que pode ser feito dentro do aplicativo de mensagens. O Brasil, que conta com 1.500 milhões de usuários ativos do app, é o primeiro país no mundo a ter o serviço disponibilizado.

Gradativamente, usuários passarão a ver a ativação da funcionalidade de transferências e pagamentos, que podem ser realizadas diretamente nas janelas de conversa.

A ideia é que, por exemplo, usuários comuns consigam transferir dinheiro para qualquer pessoa de forma automática e ágil, conceito já conhecido globalmente por conta de famosos apps dessa categoria, como o Venmo e o Cash App.

Além de contemplar usuários da versão regular do Whats App, o WhatsApp Pay também estará disponível às contas da versão Business.

Esse é um grande avanço para quem usa a plataforma apenas como atendimento. Agora, com a opção de pagamento, as vendas serão uma possibilidade mais concreta, segura e formal no WhatsApp.

Detalhes e funcionamento

Como você pode conferir nas imagens, tudo é feito em um ambiente ao qual os usuários do WhatsApp já estão acostumados. Na janela de conversa, seja com um amigo, seja com a conta de uma loja, é possível realizar as transações de maneira bastante simples e funcional.

Para começar, tanto usuários comuns quanto contas da versão Business precisão cadastrar suas informações de pagamento no Facebook Pay.

Essa etapa prévia é necessária para que os dados fiquem salvos no banco de dados central, mesmo local que registra informações para cobrança de links patrocinados, Ads no próprio Facebook e também no Instagram.

A partir desse cadastro, o restante do processo é automático. Na hora de realizar o pagamento ou a transferência, basta que o usuário insira um código PIN de seis dígitos para confirmar sua identidade como detentor dos dados de pagamento.

Dependendo do smartphone usado, esse PIN pode ser associado à biometria, dispensando a digitação do código ao pagar.

Pagamento e taxas

Quanto ao pagamento, ainda há certa limitação em relação às instituições financeiras que já estão definidas como parceiras do WhatsApp Pay.

Em um primeiro momento, o serviço está disponível apenas para o uso de cartões de débito e crédito, nas bandeiras Visa e Mastercard, emitidos pelo Banco do Brasil, Nubank e Sicredi.

O WhatsApp, no entanto, reforça que esses são apenas os primeiros parceiros firmados no Brasil. O modelo é aberto para que novas instituições financeiras passem a oferecer a possibilidade aos seus clientes, logo quando conseguirem a associação ao WhatsApp.

Isso significa que não deve demorar para que o WhatsApp Pay seja estendido a outras instituições, alcançando mais pessoas. Os pagamentos, a propósito, serão processados pela Cielo, uma das grandes empresas de pagamento no Brasil que já é amplamente conhecida no mercado.

É importante reforçar quais são os custos desse serviço de transferência e pagamentos. Usuários comuns da versão regular do WhatsApp conseguirão realizar qualquer transação sem nenhum custo.

Já as empresas que receberão pagamentos utilizando o WhatsApp Business terão uma taxa de 3,99%, com o recebimento dos valores das vendas em até 2 dias.

O WhatsApp também definiu uma limitação de uso importante: usuários comuns podem realizar transações de até R$ 1 mil, até 20 vezes por dia e com um limite de R$ 5 mil mensais.

Além disso, as contas comerciais não terão nenhum tipo de restrição, estando livres para receberem pagamentos no volume financeiro e por quantas vezes quiserem.

Fonte: Rock Content

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner