11 tendências tecnológicas que mais estão se destacando em 2020 


Compartilhe

Essas são algumas tendências tecnológicas que podem reduzir a propagação do coronavírus e auxiliar as empresas a permanecerem abertas.

O ano de 2020 está sendo marcado por bloqueios e quarentenas, que até o momento são as medidas mais eficazes para o achatamento da curva de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19).

Em meio a esse cenário, as tecnologias estão desempenhando um papel crucial para manter nossa sociedade funcional e que poderão ter um impacto duradouro além da atual pandemia.

Em primeiro lugar, não pretendo aqui elencar todas as inovações incríveis que estão tomando força esse ano, mas quero citar 11 tendências que podem auxiliar nossa sociedade, facilitando a maneira de como fazemos negócios, produzimos, aprendemos, procuramos atendimento médico e como nos divertimos. 

Quem sabe você se identifique com alguma dessas tendências e encontre uma nova maneira de inovar o seu trabalho ou descubra um novo ramo de atuação. 

 

1. Compras on-line

Assim como o surto de SARS em 2002, que aumentou o comércio on-line através de plataformas de mercado, o Covid-19 transformou as compras online ​de opção para (praticamente) obrigação em todo o mundo.

Compras on-line
Imagem/Reprodução

E mesmo fazendo compras pela internet, a entrega pessoal não é à prova de vírus. Muitas empresas de entrega e restaurantes nos EUA e na China, por exemplo, estão lançando serviços delivery sem contato físico, onde as mercadorias são recolhidas e entregues em um local designado, em vez de nas mãos das pessoas. 

 

2. Robôs entregadores

Acredite, isso não foi tirado de um filme da saga Star Wars ou qualquer outra produção de ficção científica. Na China já estão acelerando o desenvolvimento de robôs entregadores. Os robôs podem fornecer alimentos e mercadorias sem nenhum contato entre as pessoas. Reduzindo ainda mais a proximidade do humano com o produto.  

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=9vBytbO523o?start=28]

 

3. Pagamentos digitais e sem contato

Pesquisas na área da saúde apontam que o dinheiro em cédulas de papel podem contribuir para transmissão de doenças. Situação essa que contribuiu para que os bancos centrais dos EUA, China e Coréia do Sul passassem a limpar suas notas antes de que estas entrassem em circulação. A ideia é boa, mas cara e tem uma eficácia muito duvidosa. 

Pagamentos digitais e sem contato
Foto/Reprodução

Por esses motivos, os pagamentos digitais, com cartões ou carteiras eletrônicas, além de evitarem a disseminação do Covid-19, permitem que as pessoas façam compras, paguem serviços públicos e até mesmo recebam fundos de estímulo de forma mais rápida, ajudando a manter os negócios fluindo.

 

4. Trabalho Remoto

Muitas empresas adotaram o modelo de home office devido à pandemia. Porém o trabalho remoto só é possível graças a várias tecnologias que incluem desde redes privadas virtuais (VPNs), protocolos de voz sobre Internet (VoIPs), reuniões virtuais, tecnologia em nuvem, ferramentas de colaboração de trabalho e até reconhecimento facial, que possibilitam que uma pessoa apareça diante de um plano de fundo virtual para preservar a privacidade. da casa. Assim, além de impedir a propagação do vírus, o trabalho remoto também economiza tempo de deslocamento e fornece mais flexibilidade. 

home office trabalho remoto

Mas, nem tudo são flores, meus queridos. Essa modalidade de trabalho também tem seus desafios, tanto para o empregado quanto para o chefe. Segurança das informações, privacidade, suporte técnico eficiente e, a questão legal têm sido questionadas. Além disso, a saúde mental dos funcionários também é outro ponto. Algumas pessoas podem sentir solidão e falta de equilíbrio entre vida profissional e pessoal. 

 

5. Ensino a Distância

Segundo dados da Unesco, em meados de abril, 191 países anunciaram ou implementaram o fechamento de escolas ou universidades. A medida impactou mais de 1,57 bilhão de estudantes. E a solução não poderia ser outra. Várias instituições de ensino começaram a oferecer cursos online, na tentativa de garantir que a educação não fosse interrompida por medidas de quarentena. 

Ensino a Distância
Foto/Centro Educacional Uni Duni Tê

As tecnologias envolvidas no aprendizado distante são semelhantes às do trabalho remoto e também incluem realidades virtual, aumentada, impressão 3D e professores robôs habilitados para inteligência artificial .

No Brasil, o MEC autorizou estágios e aulas a distância até o fim do ano para ensino superior. 

Os pequenos alunos da educação infantil estão aprendendo em casa. Tendência que tem obrigado os pais a estarem muito mais vinculadas às atividades escolares, fazendo com que, em alguns casos, sejam até mesmo mediadores das aulas. 

 

6. Telemedicina

A telemedicina tem sido uma maneira eficaz de conter a disseminação do Covid-19 e, ao mesmo tempo, para prestar atenção primária essencial. Os relógios e pulseiras podem rastrear sinais vitais. Os chatbots podem fazer diagnósticos iniciais com base nos sintomas identificados pelos pacientes. No Brasil a  Lei 13.989 permite o uso da tecnologia para realização de atendimento médico. No mundo mais de 40.000 médicos estão oferecendo telemedicina ao seus pacientes em meio à pandemia de COVID-19

Foto/Cláudio Belli

7. Entretenimento Online

Embora as medidas de quarentena tenham reduzido significativamente as interações pessoais, o isolamento social não impediu os streaming online de shows e as famosas lives  ganharam força no mundo todo. Empresas chinesas de produção de filmes também lançaram filmes online. Museus e patrimônios internacionais oferecem passeios virtuais. Também houve um aumento no tráfego de jogos online desde o surto.

 

8. Cadeia de suprimentos 4.0

A pandemia de Covid-19 criou interrupções na cadeia de suprimentos global. Com pedidos de distanciamento e quarentena, algumas fábricas são completamente fechadas. A forte dependência de registros impressos, a falta de visibilidade dos dados e a ausência de diversidade e flexibilidade tornaram o sistema da cadeia de suprimentos existente vulnerável a qualquer pandemia.

Cadeia de suprimentos 4.0
Scott Olson/Getty Images

As principais tecnologias da Quarta Revolução Industrial, por exemplo, como Big Data, computação em nuvem, Internet das Coisas (“IoT”) e blockchain estão construindo um sistema de gerenciamento da cadeia de suprimentos mais resiliente para o futuro, aprimorando a precisão dos dados e incentivando o compartilhamento de dados. Use esse momento como uma oportunidade para preparar melhor sua empresa para futuros problemas e aprendendo sobre essas tecnologias. 

 

9. Impressão em 3D

Acima de tudo, a impressão 3D oferece flexibilidade na produção: a mesma impressora pode produzir produtos diferentes com base em arquivos e materiais de design distintos e peças simples podem ser feitas no local rapidamente, sem a necessidade de um longo processo de compras e uma longa espera pela chegada da remessa.

Veja essa impressora 3D imprimindo “carne”, seria o futuro mais saudável e ecológico dos alimentos? 
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=fLpeeUYtW94?start=179]

10. Robótica e Drones  

O mundo percebeu nesse momento o quanto dependemos das interações humanas para fazer as coisas funcionarem. Negócios intensivos em mão-de-obra, como varejo, alimentos, fabricação e logística são os mais atingidos.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=6dPkL–Q2cI]

Em 2020 tivemos um forte impulso para implementar o uso de robôs e pesquisas em robótica. Nas últimas semanas, em hospital de Pequim os robôs estão sendo usados para entregar medicamentos, medir temperaturas e instruir pacientes. Drones já passearam com cães e entregaram itens.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ntKSj0qBYlA]

Embora existam previsões de que muitos trabalhos serão substituídos por robôs no futuro, ao mesmo tempo, novos atividades serão criadas durante esse processo. 

 

11. Redes móveis de quinta geração (5G) e a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)

Todas as tendências tecnológicas já mencionadas dependem de uma Internet estável, rápida e acessível. Embora o 5G tenha demonstrado sua importância no monitoramento remoto e nas consultas médicas, essa tecnologia está envolvida em sérios boatos e mitos, que vão desde a risco a saúde até mesmo espionagem de países. Todos esses questionamentos resultaram no atraso do lançamento mundial do 5G, no momento em que a tecnologia se faz mais necessária. 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=mHpAO_dF674?start=131]

A importância da prontidão digital

Resumindo, precisamos estar prontos. A prontidão digital  permite que os negócios e a vida continuem, o máximo possível, como de costume mesmo durante as pandemias. É necessário criar  infraestrutura para apoiar um mundo digitalizado. Além disso, manter-se atualizado com a tecnologia mais recente será essencial para qualquer empresa permanecer competitiva no mundo pós-Covid-19. 

 

O que você achou dessas tenências tecnológicas? Esqueci alguma?
Quero saber o que você está achando dessa explosão tecnológica de 2020.

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Marcelo Gomes

Carioca/Acriano, pai, filho e marido. Sempre atento as inovações tecnológicas, marketing e empreendedorismo.
Close Bitnami banner