Advogado de Ícaro classifica ação da Polícia Civil como espetáculo de circo; “esse advogado tá perdido e confundindo prerrogativas”, responde delegado


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O advogado Sanderson Moura, defensor de Ícaro Pinto, na persecução penal que trata do atropelamento e morte da jovem Jhonliane Paiva, utilizou as redes sociais para fazer críticas a operação feita pela Polícia Civil para prender seu cliente.

Segundo o advogado, o delegado do caso, Alex Danny, tinha ciência de que Ícaro se apresentaria no domingo (16) e classificou a ação policial como “espetáculo circense”.

“Lamentável espetáculo circense para saciar a irá pública. Liguei para o delegado três vezes e informei a delegacia que no domingo Ícaro se entregaria”.

Ao Correio 68, um delegado de polícia, que pediu para não ser identificado por não ser o responsável pelo caso, disse que o advogado está confundindo prerrogativas.

“Esse advogado tá perdido e confundindo prerrogativas. Ele não tem o poder de decidir quando e onde seu cliente vai se entregar. Ícaro se tornou foragido na quinta-feira (13), quando o mandado foi expedido, a partir de então, qualquer policial tem o dever de prendê-lo onde quer que seja”, esclareceu o delegado.

Segundo o delegado, que saiu em defesa do colega Alex Danny, Sanderson Moura chegou a pedir aos investigadores do caso, que não informassem a forças de segurança de outros estados sobre o mandado, pois queria que a prisão ocorresse no Acre.

“O advogado ligou para pedir que esperassem o Ícaro chegar no Acre, pois temia que sua prisão acontecesse em outro estado. O pedido deixa claro, que a defesa quer “jogar em casa”, onde a família tem influência”, concluiu o delegado.

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami