Governo exonera pastor que fez comentários homofóbicos nas redes sociais


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O governo decidiu por exonerar o pastor Nelson de Freitas Correia, cargo comissionado na Secretaria de Direitos Humanos, que se envolveu em polêmicas das redes sociais ao fazer publicações transfóbicas.

Nelson da vitória, como é conhecido, teria feito publicações hostilizando transsexuais. A atitude do pastor foi imediatamente rechaçada pela comunidade LGBT e denunciada por uma recomendação do Ministério Público Federal à Promotoria de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público do Estado do Acre, por improbidade administrativa.

Na recomendação, o Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Lucas Costa Almeida Dias, afirma ao MPAC que é possível verificar o conteúdo transfóbico que incitou a disseminação de ódio e intolerância às pessoas transgêneros, em diversas postagens em suas redes sociais,

O governador Gladson Cameli, na edição desta segunda-feira (17) optou por encerrar a polêmica e publicou a exoneração de Nelson da Vitória, que ocupara uma CEC-6, desde agosto de 2019.

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami