Acusado de dar fuga a Ícaro foi preso nesta madrugada depois de fugir da PM; Diego Hosken dirigia embriagado e tentou atropelar policiais


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O homem apontado pelas investigações em torno da morte de Jonhliane Paiva, como sendo o dono da festa em que Ícaro e Hatsue estava e também por ter dado fuga ao casal momentos após o atropelamento, Diego Henrique Gurgel Hosken, foi preso em flagrante pela Polícia Militar na madrugada desta segunda-feira (24).

Leia também: “Não foi acidente, foi homicídio doloso”, afirma promotor de justiça sobre morte de Jonhliane

Segundo informações da PM, Diego Hosken dirigia uma caminhonete modelo FORD RANGER nas proximidades do AraSuper e quando percebeu a viatura policial empreendeu fuga.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os policiais militares fizeram o acompanhamento do veículo e por diversas vezes deram ordem de parada, mas Diego ignorou, continuou fugindo em alta velocidade e até na contramão de algumas vias.

Ainda segundo os policiais, Diego Henrique Gurgel Hosken, colocou em risco a vida de pedestres e de um motociclista, que para não ser atingido pela caminhonete caiu com a moto no chão, nas proximidades da ponte do São Francisco.

Ainda em fuga, já no bairro Placas, Diego Hosken teria parado o veículo, mas quando os militares desceram da viatura para fazer a abordagem, realizou uma manobra de marcha ré tentando atropelar os policiais. Neste momento, um PM realizou um disparo de arma de fogo na direção do pneu do veículo, o que não impediu o motorista embriagado de continuar fugindo.

Algumas ruas depois, no mesmo bairro, Diego teria entrado em uma rua sem saída, momento em que a PM conseguiu abordar o veículo e prender o condutor e o passageiro, ambos resistiram a prisão.

Diego Hosken foi conduzido para a Delegacia de Flagrantes, onde foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante pelo crime de dirigir embriagado. O delegado Odilon arbitrou fiança no de R$ 1.500,00. Diego pagou o valor e foi liberado.

Leia também: Namorada de Ícaro confirma bebedeira e disse que casal brigava dentro da BMW na hora em que atropelaram Jonhliane

Diego Henrique Gurgel Hosken será indiciado, no caso da morte de Jonhliane Paiva, pelo crime de favorecimento pessoal, por ter dado fuga a Ícaro e a namorada Hatsue depois do atropelamento, além de responder pelo descumprimento do decreto, já que organizou a festa que Ícaro estava no dia do ocorrido.

 

 

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami