EXCLUSIVO: Conheça a vida de Ícaro, Hatsue, Alan e Diego, os envolvidos na morte de Jonhliane


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A reportagem do Correio 68 traçou o perfil dos envolvidos no caso da jovem Jonhliane Paiva, atropelada e morta na manhã do dia 06 de agosto de 2020 na Avenida Antônio da Rocha Viana, quando ia para o trabalho.

A morte da jovem gerou uma profunda consternação na sociedade acreana, pelos requintes de crueldade e, sobretudo, pela disparidade social dos envolvidos. De um lado, jovens de classe média alta, que voltavam de uma festa regada a bebidas e, de outro, uma mulher de família humilde a caminho de seu trabalho.

Agora, o Correio 68 passa a mostrar quem são as pessoas envolvidas na morte de Jonhliane, o papel de cada um no trágico crime e como a polícia está tratando cada caso.

A Vítima

Jonhliane Paiva de Souza tinha 30 anos de idade, nasceu em Rio Branco, era moradora do bairro Tancredo Neves e estudante de Ciências Contábeis. A jovem, de família humilde, morava com a mãe e não tinha filhos. Segundo a dona Raimunda, mãe de Jonhliane, seu sonho era concluir a sua faculdade e se tornar contadora.

Há 7 anos era funcionária da rede Arasuper, onde iniciou como operadora de caixa e depois foi promovida a escriturária fiscal. A empresa emitiu uma nota e pesar em virtude de sua morte, descrevendo-a como uma jovem extremamente competente. Segundo familiares, era do emprego no supermercado, que Jonhliane tirava parte do sustento da sua família. A mãe fala com orgulho da filha mais nova, que sempre teve boas notas, não gostava de festas e levantava todos os dias às 5h para trabalhar.

Uma das últimas alegrias da jovem foi a formatura de sua mãe, que cursou pedagogia incentivada por Jonhliane, que fez questão de usar seu salário para comprar o vestido da festa.

Jonhliane Paiva morreu no dia 06 de agosto após ser atropelada por BMW dirigida por Ícaro Pinto na Avenida Antônio da Rocha, quando ia para o trabalho em sua motocicleta.

O motorista da BMW

Ícaro José da Silva Pinto tem 33 anos e é supostamente formado em Fisioterapia, fato não comprovado pela defesa até o momento. O jovem, que é filho do advogado e ex-juiz eleitoral José Teixeira Pinto e da presidente do Sindicato dos Professores da Rede Pública de Ensino do Estado do Acre (Sinproacre), a professora Alcilene Gurgel, teria uma vida confortável, típica de uma família de classe média alta.

A mãe, Alcilene Gurgel, Ícaro e o pai, José Teixeira.

Ícaro ostentava em suas redes sociais fotos de festas, viagens e carros de luxo, apesar de não ter emprego declarado, aparentava viver uma vida de “novela”, acima da média de muitos jovens acreanos.

Com histórico de violência, o jovem responde também a um processo criminal no estado da Bahia, acusado de espancar um turista italiano. O Ministério Público da Bahia pediu a condenação de Ícaro pelo crime de lesão corporal e a Justiça deve sentenciá-lo até o final deste ano.

Turista espancado por Ícaro na Bahia.

Era Ícaro Pinto quem dirigia o veículo da marca BMW, que atropelou Jonhliane Paiva na manhã do dia 06 de agosto na Avenida Antônio da Rocha Viana. De acordo com as investigações, ele estaria disputando um “racha” com outro veículo. Vídeos postados em redes sociais, mostram que Ícaro estaria ingerindo bebida alcoólica momentos antes, na festa de um amigo.

BMW e moto depois do acidente.

O motorista fugiu do local do atropelamento sem prestar socorro à vítima, se apresentou dois dias depois na Delegacia de Flagrantes da capital, onde prestou depoimento e foi liberado. Ícaro foi flagrado na Praia do Futuro, em Fortaleza, dias após o crime, quando teve sua prisão decretada.

Preso no dia 15 de agosto no Posto Fiscal da Tucandeira, quando retornava do Ceará ao Acre, permanece custodiado no Batalhão de Operações Especiais (BOPE). A Polícia Civil indiciou Ícaro Pinto pelo crime de homicídio qualificado.

A namorada 

Hatsue Said Caruta Tanaka, tem 28 anos de idade. Concluiu o ensino médio em 2009 na escola Drº José Rodrigues Leite e cursou Administração de Empresas na Fametro, em Manaus (AM), cidade onde nasceu.

Hatsue é uma jovem de classe média, trabalhava até o primeiro semestre deste ano em uma loja de departamento no Via Verde Shopping e atualmente está desempregada.  Nas redes sociais, ostenta uma vida confortável, com fotos em lanchas, festas e viagens.

Hatsue, que afirma ser namorada de Ícaro, mesmo não havendo um histórico que comprove a relação, no momento do atropelamento que matou Jonhliane, estava no banco de carona do carro de luxo.

Em depoimento à polícia civil, a namorada confessou que ela e Ícaro ingeriram bebida alcoólica momentos antes do ocorrido, em uma festa promovida por um amigo do casal. Hatsue Tanaka disse ainda, que os dois estavam brigando no momento do atropelamento, mas câmeras de segurança flagraram o casal fugindo do local de mãos dadas.

Ícaro e Hatsue fogem caminhando e de mãos dadas após o acidente.

Hatsue apareceu, dias após o crime, com Ícaro em um vídeo na Praia do Futuro, em Fortaleza. Neste período, ela publicou fotos em seu instagram, nos dias 12 e 13 de agosto, se maquiando, em um bar e na praia.

Fotos publicadas por Hatsue no período em que estava em Fortaleza, dias após o acidente.

A suposta namorada de Ícaro, mesmo estando no carro e consentindo com a fuga do local sem prestar socorro à vítima, que agonizava no asfalto após ser atropelada, até o momento não foi indiciada pela prática de qualquer crime e demonstra tranquilidade em publicações feitas nas redes sociais. 

O motorista do New Beetle

Alan de Araújo Lima tem 21 anos e é morador do bairro Xavier Maia, em Rio Branco. De classe média alta, o jovem é estudante e tem uma vida aparentemente confortável.

Motorista do New Beetle (Novo Fusca), é apontado como o adversário de Ícaro no “racha”, que terminou com o atropelamento e morte da jovem Jonhliane.

New Beetle de Alan apreendido pela Polícia Civil.

Segundo as investigações, Alan também estaria na festa e teria ingerido bebida alcoólica, junto com Ícaro e Hatsue.

O delegado responsável pelo caso Alex Danny, enfatizou contradições no depoimento dado por Alan na delegacia, dentre elas, as afirmações de que não conhecia Ícaro e não estariam na mesma festa, fatos já elucidados pela investigação. Com alan, no carona do carro também estava um jovem de 19 anos, que não teve sua identidade revelada pela polícia.

Alan foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado e está preso no Pavilhão Q do Presidio Francisco de Oliveira Conde, desde o dia 14 de agosto.

Alan é preso pela Polícia Civil.

O dono da festa e responsável pela fuga do local do crime

Diego Henrique Gurgel Hosken tem 32 anos, se declara empresário e mora no bairro Jardim Europa, em Rio Branco. Conhecido por promover festas, costuma publicar vídeos nas redes sociais, onde aparece frenquentemente embriagado e até ostentando arma de fogo.

Diego tem histórico de violência e responde a três ações penais, por crimes de ameaça e lesão corporal, além de pelo menos 5 ações cíveis.

Na última segunda-feira (24), como noticiado com exclusividade pelo Correio 68, Diego Gurgel Hosken foi preso após dirigir embriagado, fugir de um cerco policial e atentar contra a vida de uma guarnição da Polícia Militar do Acre.

No auto de prisão em flagrante, estranhamente o delegado plantonista apenas lavrou o crime de trânsito e arbitrou fiança de 1.500 reais, mesmo constando no relatório da PM que Diego teria atentado contra a vida dos policiais, crime tipificado como tentativa de homicídio no Código Penal.

BO da prisão de Diego Gurgel.
BO da prisão de Diego Gurgel.

Diego Henrique Gurgel Hosken é apontado pelas investigações como sendo o dono da festa em que Ícaro, Hatsue e Alan estavam e também por ter dado fuga ao casal momentos depois do atropelamento e morte de Jonhliane Paiva.

O suposto empresário será indiciado pelo crime de favorecimento pessoal, além de responder pelo descumprimento do decreto, uma vez que a festa foi feita na vigência das medidas de contenção da pandemia do novo coronavírus.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami