Ioga favorece a qualidade de vida; conheça benefícios


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

ioga é tão popular no Ocidente que já temos até mesmo exercícios faciais inspirados nesta técnica milenar. Além disso, você sabia que esse tipo de prática é perfeito para elevar nossa qualidade de vida?

“Na ioga, o conceito de qualidade de vida vai além dos exercícios e das posturas realizadas nessa modalidade”, explica Marcos Rojo, professor de educação física formado pela USP (Universidade de São Paulo). “Tudo está relacionado à nossa maneira de viver”, diz Rojo, que é especializado em ioga.

Para abordar o termo “qualidade de vida”, ele se baseia no pensamento indiano –especialmente o pensamento antigo, de onde a ioga é originária. “Enquanto no Ocidente estamos presos às ideias do ‘quanto’ e do ‘o quê’, o oriental está muito mais envolvido com o ‘como’.” O professor cita como exemplo uma conversa com um educador físico. “As orientações provavelmente se referirão a ‘quais e quantos exercícios’ deveremos fazer, e raramente se levará em consideração o ‘como’ fazer.”

Segundo ele, ioga é a filosofia do “como”. “A diferença entre deitar e relaxar está no ‘como’ você se deita, assim como a diferença entre sentar e meditar, que está no ‘como’ você se senta. A diferença entre ioga e ginástica está no ‘como’ você faz o exercício.”

A ioga, para Rojo, é o treino de atitudes por meio do trabalho com o corpo. “Ioga vê o corpo como uma estratégia para a aquisição de experiências importantes no caminho da meditação”, afirma. “Por meio de seus exercícios, treinamos a auto-observação, a estabilidade, o conforto, o relaxamento do esforço, a não violência, a verdade etc.”

Crédito: PeopleImages/iStockIoga favorece a qualidade de vida; conheça benefícios

Assim, para termos qualidade de vida segundo essa filosofia, não importa “o que” você faz, nem mesmo o “quanto” você faz, mas o “como” você faz. “Uma pessoa pode trabalhar muito, mas, se está motivada e se envolve com o seu trabalho, estará livre do estresse. O ‘como’ levamos a vida e o ‘como’ encaramos nossos problemas é a grande chave para a qualidade de vida”, acredita.

Ele conclui: “Se, para muitos ocidentais, qualidade de vida está relacionada a ‘fazer o que gosta’, o conceito de vida com qualidade está relacionado com o ‘gostar do que faz’.”

Texto: Catraca Livre

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner
Bitnami