MPAC investigará prefeito e vice de Santa Rosa do Purus por campanha antecipada e uso de prédio público como comitê


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O Ministério Público do Acre (MPAC) irá investigar o prefeito de Santa Rosa do Purus, Francisco de Assis Fernandes da Costa e seu vice, Francisco das Chagas Domingos, mais conhecido como Nego Kaxinawá por campanha eleitoral antecipada e ainda usar um prédio público como comitê.

Com isso, o MPAC instaurou um Procedimento Preparatório Eleitoral (PPE) para investigar a denúncia e encaminhou ofícios para a Polícia Federal para apuração dos fatos. O MP pediu ainda que a Fundação Nacional do Índio (Funai) apure irregularidades por parte de um servidor público do órgão federal.

“Estariam, possivelmente, realizando campanha eleitoral antecipada, em suma, agindo visando suas reeleições para o presente ano, com a prática de ações como, por exemplo e dentre outras, utilização de servidores públicos para realização de campanha eleitoral, uso de bem imóvel público destinado a hospedar indígenas como comitê eleitoral”, ressalta a publicação do MPAC.

Ao site G1 no Acre, o vice-prefeito Nego Kaxinawá disse que só vai se posicionar sobre o caso quando for notificado pelo MPAC. A reportagem não conseguiu contato com o prefeito da cidade até a última atualização desta reportagem.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner
Bitnami