Ao registrar seca do rio Acre, fotojornalista encontra garrafas e objetos antigos

0
228
Voiced by Amazon Polly

O fotojornalista acreano Juan Vicent Diaz decidiu registrar a seca enfrentada pelo rio Acre nesse período de ausência de chuvas e com um olhar diferenciado, conseguiu registrar através de suas lentes elementos que remetem a história do Acre.

No meio de lixos descartados às margens do rio, Diaz encontrou garrafas antigas que acredita ser da época em que Rio Branco ainda era um seringal chamado A Volta da Empreza, história que se iniciou em 1882 quando Neutel Maia decidiu amarrar sua embarcação em uma árvore em uma curva, inciando na gameleira a linda história da capital acreana.

📸: Garrafas antigas encontradas na seca do rio Acre. Foto/Juan Vicent Diaz

Além das garrafas, o fotojornalista também encontrou um objeto curioso, feito de madeira e que aparenta ter origem tribal, na qual ele batizou de Guardião do Rio Acre.

📸: Guardião do Rio Acre, escultura de madeira encontrada. Foto/Juan Vicent Diaz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui