Primeira-dama Ana Paula Cameli processa cabo eleitoral de Fagner Sales por fake news; Gladson pede que Polícia Civil investigue

0
529
Voiced by Amazon Polly

A primeira-dama Ana Paula Cameli protocolou nesta terça-feira (27), uma ação de indenização por dano moral em face de Jenyffer Nayane Silva. A internauta, que pertence ao grupo político do candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Fagner Sales, é apontada como uma das principais responsáveis por disparar conteúdo falso com ofensas pessoais contra a primeira-dama e o governador Gladson Cameli.

Na mensagem falsa, Jenyffer compartilha a informação de que Gladson teria mantido a ex-diretora do Deracre, Lanna Vaz, no cargo por ter um caso extraconjugal com a gestora. Lanna foi exonerada e responde a inquérito por suposto recebimento indevido enquanto estava na direção do Órgão.

Protocolo a ação indenizatória por dano moral em face de Jenyffer.

O governador Gladson Cameli solicitou à Polícia Civil, através de queixa-crime, a abertura de inquérito para investigação dos crimes de disseminação de fake news, calúnia e difamação. Na petição a defesa sustenta que Ana Paula Cameli, Gladson e seu filho menor sofrem com a “onda” de fake news e ataques pessoais promovidos por grupos políticos adversários.

Um link do Correio 68, com conteúdo completamente diverso, foi utilizado maliciosamente anexo à mensagem de WhatsApp e publicações em redes sociais para dar a “sensação de veracidade” à fake news disseminada por Jenyffer. No entanto, o editorial do grupo se manifestou imediatamente esclarecendo se tratar de uma mensagem falsa e que o conteúdo não guardava nenhuma relação com a matéria do link utilizado.

Entenda: Detetive 68: é fake a mensagem de WhatsApp que circula com o link do Correio 68 sobre a primeira-dama

Além do esclarecimento, o Correio 68 registrou ainda na noite de segunda-feira (26), um Boletim de Ocorrência, apresentando os “prints” dos perfis que compartilharam o conteúdo falso e pedindo a abertura de procedimento de investigação.

Na ação, movida pela primeira-dama, os advogados informam não ter interesse em conciliação e pedem uma indenização de R$ 20 mil, além de multa no valor de R$ 10 mil caso Jenyffer continue a veicular conteúdos falsos. De acordo com a assessoria, caso obtenha êxito no litígio, Ana Paula irá doar o valor para instituições de caridade.

Com informações do ACJORNAL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.