BLOG DO SIQUEIRA

Bolsonaro se engana ao dizer que faltou “erva” nas manifestações contra o governo


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Durante a crise de Covid-19, o povo finalmente saiu de casa, motivados pela frase “quando se protesta na pandemia é porque o governo é mais perigoso que o vírus”, milhares de brasileiros tomaram as ruas de 22 capitais do país para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e todas as suas atitudes (e falta delas) durante a maior crise sanitária da nossa geração.

Enfrentando uma CPI, vendo sua popularidade despencar e ameaças como a elegibilidade de Lula mais presentes, Bolsonaro não tinha muito o que declarar sobre as manifestações. Afinal, não houve em todo país recordista de aglomerações durante o último ano senão o próprio presidente. A saída? A de sempre: falar alguma tolice para que as atenções nela sejam maiores que a dos protestos: “faltou erva e dinheiro”.

A erva de que Bolsonaro fala, seria na lógica, a maconha, que é proibida no Brasil desde 1.938 inspirado por uma lei dos Estados Unidos, que ironicamente, hoje libera sem muitos questionamentos. No caso do presidente, é a droga que pode usar como exemplo, já que a cocaína é – segundo o que vemos nas notícias – “facilmente” transportada por aviões da FAB quando convém, hoje, por exemplo saiu laudo da PF confirmando que o tal piloto havia feito transporte da droga pelo menos sete vezes.

Mas é óbvio que a maconha não foi o problema das manifestações, a falta de dinheiro talvez fosse um dos fatores. Quem aguenta continuar pagando R$ 40 em um quilo de carne? R$ 120 no gás e R$ 6,30 na gasolina?

O termo “erva”, nesse caso, foi uma metáfora que serviu para tentar diminuir a credibilidade dos manifestantes, já que nenhuma droga molda caráter. Esta erva a que Bolsonaro se refere como ofensa, pode ter sido confundida com o senso de justiça social, que não nasce de nenhuma fumaça. Esse senso não faltou, ele estava lá pelo luto aos mais de 450 mil mortos, pelo limite em aturar o (des)governo que coloca seu próprio povo em sacrifício, pela falta de caráter para reconhecer as falhas e o excesso de covardia para encarar as críticas.

#ForaBolsonaro

Post navigation

Anderson Siqueira

Jornalista/Co-fundador do Correio 68, escritor, árbitro de futebol e me comunico em 5 idiomas
Close Bitnami banner
Bitnami