MALDIÇÃO PARAGUAIA

Seleção Brasileira mostra evolução contra Paraguai e quebra tabu de 35 anos


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Na última terça-feira, a Seleção Brasileira manteve 100% de aproveitamento nas Eliminatórias ao derrotar o Paraguai por 2 a 0, no estádio Defensores del Chaco. Se contra o Equador o Brasil venceu, mas não convenceu, na última noite, a melhora da equipe foi notória. Para a partida, o técnico Tite promoveu três alterações: Ederson, Gabriel Jesus e Firmino começaram no time titular. Assim, a disposição tática mudou, e a equipe mostrou uma evolução significativa.

Naturalmente, a mudança de Alisson por Ederson não mudou a Seleção taticamente. No entanto, as entradas de Firmino e Gabriel Jesus, sim. Com quatro atacantes, Tite “sacrificou” um jogador de meio-campo – no caso da última noite, Paquetá.

Dessa forma, Neymar atuou mais centralizado, com liberdade, também, para cair pelas pontas e ir até o meio de campo buscar o jogo para ditar o ritmo da partida. Firmino atuou como centroavante (assim como Gabi contra o Equador), Gabriel Jesus caiu pela direta e Richarlison se manteve pela esquerda.

As mudanças surtiram efeito logo nos primeiros minutos de jogo. Gabriel Jesus recebeu lançamento de Danilo, venceu o defensor paraguaio em jogada individual e cruzou para Neymar, que veio do meio para colocar o Brasil em vantagem no placar.

A dobradinha, inclusive, quase se repetiu aos 18 minutos do segundo tempo. Dessa vez, Gabriel Jesus conseguiu a roubada de bola, fez boa jogada pelo meio e tocou para Neymar. O camisa 10 da Seleção conseguiu a finalização, e a bola passou tirando tinta da trave.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami