ATENÇÃO

Rio Branco começa a vacinar população geral a partir dos 59 anos contra Covid-19 na próxima segunda-feira


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Após reunião com a Comissão Intergestora Bipartite (CIB/AC), a Secretaria Municipal de Rio Branco (Semsa), dará início na próxima segunda-feira (14), a vacinação do público em geral com faixa etária a partir dos 55 anos.

Ficou decidido ainda pela CIB/AC, que a mudança de grupo etário só poderá ocorrer após 3 (três) dias e/ou 75% do grupo etário vigente para situações de vacinação em zona urbana, ou seja, caso antes do prazo de 3 (três) dias houver demanda suficiente na procura pelas vacinas do público, compreendendo de 55 a 59 anos, poderá então decrescer a faixa etária subsequente que será de 50 anos acima e assim por diante até alcançar o público de 18 anos.

Animado com a quantidade na oferta de doses das vacinas fornecidas pelo Ministério da Saúde (MS) nos últimos dias, o secretário Municipal de Saúde, Frank Lima, disse que a expectativa é de que até o mês de novembro, pelo menos 300 mil pessoas já estejam imunizadas.

“Estamos muito felizes porque somente nos primeiros dias de junho, já recebemos o quantitativo de vacinas superior a todos os meses de abril e maio. Com as vacinas em mãos, poderemos avançar na imunização das pessoas, agora, independentemente dos grupos prioritários como preconiza o Plano Nacional de Imunização (PNI)”, comemora o secretário.

De acordo com Frank Lima, a vacinação será mais rápida e dinâmica, tendo em vista que não será mais preciso a apresentação de vários documentos como vinha sendo exigido nas etapas anteriores.

“Bastará o cidadão chegar com a carteira de identidade (ou documento oficial com foto), o seu cartão do SUS e estar dentro do grupo etário, que já vai sair vacinado de um dos nossos pontos de vacinação. A burocracia foi diminuída e isso vai facilitar o trabalho das nossas equipes e claro, vamos poder imunizar mais pessoas e deixar todo mundo mais seguro contra esse vírus maldito”, disse Lima.

Frank Lima disse ainda que se por algum motivo as pessoas dos grupos anteriores, com ou sem comorbidades, grávidas e puérperas, pessoas com deficiência permanente, com Síndrome de Down acima de 18 anos entre outros, não puderam se vacinar, em qualquer momento poderão procurar um dos pontos de vacinação.

“A vacinação avança sim para outros grupos, mas se alguém lá atrás nas etapas anteriores não pode se vacinar por algum motivo, é só procurar um dos nossos pontos de vacinação para receber a sua dose de esperança. Não queremos deixar ninguém para trás e, juntos, vamos vencer essa pandemia e poder voltar a nossa vida normal”, finalizou o secretário.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami