TRISTEZA

Em Rodrigues Alves, agricultora que morreu de Covid-19 é enterrada pela própria família por falta de coveiro


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Além da dor de perda, os familiares da agricultora Irani Souza Silva, de 41 anos, foram surpreendidos ao terem que fazer, por conta própria, o sepultamento dela. Isso porque o coveiro não estava no cemitério de Rodrigues Alves, no interior do Acre, na tarde dessa segunda-feira (21). Irani está entre as mais de 1,7 mil vítimas da Covid-19 no estado.

A agricultora estava internada há mais de um mês no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, devido complicações da Covid-19 e não resistiu à doença, nessa segunda de manhã. Como ela é natural de Rodrigues Alves, cidade vizinha, a família então fez o translado do corpo.

Mas, ao chegar no cemitério de Rodrigues Alves, veio a triste surpresa. Segundo o primo de Irani, o também agricultor Francisco Silveira Ferreira, de 42 anos, o local estava com o portão encostado e a família então abriu, entrou e encontrou uma cova aberta.

Familiares fizeram sepultamento de vítima da Covid-19 por conta própria em Rodrigues Alves — Foto: Arquivo pessoal
Familiares fizeram sepultamento de vítima da Covid-19 por conta própria em Rodrigues Alves — Foto: Arquivo pessoal

“Foi uma coisa meio triste, porque você perder uma pessoa da família e ainda passar por isso. Quando chegamos no cemitério, nos deparamos com o portão amarrado, eu que abri para o carro entrar com o corpo dela. Aí, encontramos a cova aberta, com uma pá, enxada e uma escada dentro, mas o principal, que era o coveiro para fazer o sepultamento, não estava lá. Também não tinha a corda para descer o caixão, foi preciso o cunhado dela pegar o carro, ir no Centro para comprar uma corda”, contou o primo.

A família chegou no cemitério por volta das 17h e somente ao anoitecer foi que conseguiu fazer o sepultamento. “Quando a gente já estava descendo o caixão foi que o coveiro chegou com a corda e ajudou a terminar o sepultamento.”

Sem coveiro no cemitério, família faz enterro de agricultora vítima da Covid-19 no interior do Acre — Foto: Arquivo pessoal
Sem coveiro no cemitério, família faz enterro de agricultora vítima da Covid-19 no interior do Acre — Foto: Arquivo pessoal

A secretária de Assistência Social de Rodrigues Alves, Meire Teixeira, informou ao site G1 que a secretaria foi quem providenciou a urna para a vítima, uma vez que a família é de baixa renda. Sobre o coveiro não estar no cemitério no momento do sepultamento, ela disse que a família não informou o horário que o corpo chegaria e que pensavam que o enterro seria nesta terça-feira (22).

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami