CRISE MIGRATÓRIA

Impedidos de atravessar a fronteira pela polícia peruana, cerca de 80 imigrantes ficam retidos no Acre


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Um grupo de cerca de 80 imigrantes chegou ao município de Assis Brasil, no interior do Acre, no último domingo (20), e foi impedido de passar para o lado peruano. Uma barreira policial na Ponte da Integração, que liga os dois países, tem mantido a fronteira fechada.

Conforme o secretário de Assistência Social de Assis Brasil, Quedinei Correia, o grupo, formado por homens, mulheres e crianças, de maioria haitiana e africana, caminhou até a ponte e ao ser informado de que não poderia passar para o país vizinho, retornou para a cidade acreana e está hospedado em hotéis.

Além desse grupo, a casa de passagem da prefeitura abriga um total de 25 imigrantes, de maioria venezuelana.

“Foi tudo bem pacífico, bem tranquilo e eles retornaram para hotéis. A gente vê aqui grupos de imigrantes pelas ruas da cidade, estão espalhados em hotéis. Eles tentam sair do país usando essa rota. Mesmo não estando no abrigo aqui da prefeitura, a gente fica à disposição, quando eles necessitam de alguma coisa, fazemos o atendimento”, disse o secretário.

Em fevereiro, a Ponte da Integração, que liga Assis Brasil e Iñapari, no Peru, foi ocupada por mais de 300 imigrantes. Na época, a cidade acreana chegou a ter mais de 600 imigrantes.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami