PROCON

Supermercados de Rio Branco passam por fiscalização em produtos típicos de festa junina


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Nesta semana, o Instituto de Pesos e Medidas do Acre (Ipem/AC), órgão vinculado ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), realiza em supermercados da capital, Rio Branco, exames quantitativos em amostras de produtos típicos de festas juninas.

Técnicos do Ipem e Procon averiguam as condições dos produtos típicos de festas juninas. Foto Cedida

Itens como fubá, leite de coco, canela em pó, amendoim e milho de pipoca, entre outros, estão sendo analisados pelos técnicos do Ipem/AC em relação ao seu conteúdo nominal, que é aquele que se refere à parte do produto que será consumida. A qualidade das mercadorias e os procedimentos de embalagens também serão avaliados.

“Os utensílios utilizados para preparar ou servir os alimentos, como cuscuzeiras, panelas, copos e pratos descartáveis, passam por inspeções para detectar se apresentam o selo de segurança do Inmetro. Também observamos se o peso indicado na embalagem do produtos corresponde ao que o consumidor está pagando”, acrescenta o diretor-presidente do Ipem/AC, Tom Sérgio de Menezes.

O gestor alerta que, ao comprar qualquer artigo a peso, o consumidor deve ficar atento às balanças usadas nos estabelecimentos comerciais. “Antes da pesagem, confira se o instrumento está zerado e os dígitos estão legíveis, também se as informações estão em língua portuguesa e repare se a balança possui algum ícone de testagem do Inmetro ou do próprio Ipem/AC”, informa.

Defesa do Consumidor

Na oportunidade, os agentes do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/AC) reforçaram as ações fiscalizatórias, inspecionando os rótulos dos produtos, prazos de validade e preços, tanto nos produtos quanto nas gôndolas, entre outras normas contidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Regras contidas no Código de Defesa do Consumidor e nas normas do Inmetro, são fiscalizadas pelos agentes das instituições. Foto Cedida

“Estamos verificamos se produtos pré-embalados, que são aqueles medidos longe da presença do consumidor, possuem informações claras e diretas, como por exemplo os dados nutricionais, pois existem consumidores que são portadores de alguma intolerância alimentar, relata o chefe de fiscalização do Procon/AC, Rommel Queiroz.

Rota da Qualidade

Além de trabalhos conjuntos na capital, o Ipem e o Procon vêm desenvolvendo o programa Rota da Qualidade, que unifica as ações de fiscalização, educação e orientação aos consumidores e fornecedores do estado.

“O projeto foi iniciado há duas semanas, na região do Vale do Juruá, e ainda continua em execução por lá, onde os servidores das duas instituições estão efetuando diversas vistorias nos estabelecimentos comerciais e promovendo relações consumeristas transparentes. Com o apoio que recebemos do governador Gladson Cameli, desenvolveremos ações da Rota da Qualidade em todos os 22 municípios”, destaca a diretora-presidente do Procon/AC, Alana Albuquerque.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami