SEGURANÇA

Com alto índice de violência, Segundo Distrito de Rio Branco terá intervenções policiais


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Os bairros que compreendem a região do Segundo Distrito de Rio Branco serão alvo de várias intervenções das forças de Segurança nos próximos 30 dias. Foi o que definiu o Conselho Integrado de Gestão Operacional (Cigo), em reunião realizada na Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), na manhã de quinta-feira (8).

Farão parte das ações efetivos das polícias Militar e Civil, incluindo os grupos e batalhões especializados, como o Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Trânsito (Bptran) e Grupo Especial de Fronteiras (Gefron), além de policiais penais e Força Nacional. O objetivo será de combate a crimes e organizações criminosas, com foco em ações preventivas, ostensivas e cumprimento de mandados judiciais.

As ações foram definidas em reunião nesta quinta-feira, 8. Foto: Cedida

O evento é fruto do diálogo entre autoridades, realizado por meio de reuniões de câmaras temáticas, no mês de junho, em que a Sejusp pôde apresentar o Plano Estadual de Segurança Pública aos presentes e discutir ações voltadas à redução dos índices criminais que afetam essa região da capital.

“O reforço na segurança, inicialmente proposto para 30 dias, pode se estender por mais dois meses, dependendo dos resultados. Cada força atuará de acordo com a sua função, cumprindo mandados, realizando abordagens e fiscalizações. Nosso foco é a redução dos índices voltados aos crimes contra a vida e o patrimônio”, explicou o diretor de Operações da Sejusp, Ulysses Araújo.

Segundo o gestor da pasta, Paulo Cézar Rocha dos Santos, a região já vem tendo uma crescente queda dos índices criminais nos últimos anos, contudo, os números ainda não são satisfatórios e por isso o conjunto de ações foi planejado.

“Também em municípios do interior realizaremos ações para promover a redução dos índices de crimes, principalmente de mortes violentas intencionais. Em relação a 2018, o Estado obteve uma redução de 42% nos indicadores de homicídio e pretendemos chegar ao fim deste ano com uma redução superior a 50%, comparado ao mesmo período”, destacou o secretário.

O secretário abordou a redução dos índices nos últimos dois anos de gestão. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

No interior, o Grupo Especial de Fronteiras (Gefron) também dará reforço às ações, com a intensificação de intervenções em pontos estratégicos costumeiramente utilizados como rota de veículos roubados ou para o transporte de armas e drogas.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner
Bitnami