CASO JONHLIANE

MPAC recorre de decisão que exclui o crime de ‘racha’ contra acusados da morte de Jonhliane Paiva


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O Ministério Público do Acre (MPAC) entrou com recurso no Tribunal da Justiça (TJ) após o juiz Alesson Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco negar o pedido para incluir o crime de “racha” no processo que julga a morte da jovem Jonhliane Paiva no último dia 6 de agosto,

O Tribunal de Justiça excluiu os crimes: colocar em risco a vida de uma pessoa e participar, na direção de veículo automotor, em via pública, de corrida ou competição automobilística da avaliação dos jurados, o chamado racha.

Ícaro Pinto dirigia a BMW que atropelou e matou Johnliane e Alan Araújo de Lima conduzia o outro veículo envolvido no suposto racha. Os dois foram pronunciados no último dia 12 de maio e vão a júri popular. Eles estão presos desde agosto do ano passado no Batalhão de Operações Especiais (BOPE). Ainda não há data para o julgamento.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami