SAÚDE

Fundhacre entrega sala de atenção à saúde do trabalhador


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Nesta quarta-feira, 14, o presidente João Paulo Silva, da Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), em Rio Branco, entregou a sala de atendimento clínico-médico que irá acolher os funcionários daquela unidade hospitalar. O Núcleo de Atenção à Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (Nastt) foi instituído pelo Ministério da Saúde (MS) mediante a portaria nº 1.823, de 23 de agosto de 2012.

Diálogo com profissionais de saúde. Foto: Danna Anute

A Fundhacre tem trabalhado para acolher e atender os pacientes, bem como os trabalhadores da Saúde que precisam de atenção médica e apoio clínico especializado. Sendo assim, a sala que está situada no ambulatório da unidade afirma o procedimento de “cuidar de quem cuida”, e faz isso com presteza e responsabilidade.

“São inúmeros os profissionais que se dedicam e merecem o respeito e a consideração da saúde acreana. Vamos continuar trabalhando para melhorar o sistema público, e juntos conseguiremos alcançar outros patamares”, enfatizou João Paulo Silva.

Diálogo com a servidora Terezinha do Nascimento. Foto: Danna Anute

A atenção à saúde do trabalhador é caracterizada por um conjunto de ações que abrangem a promoção e proteção da saúde. Portanto, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde são alicerces de uma prestação de serviço de saúde eficaz.

O azulzinho

Atualmente, a Fundhacre tem aprimorado os procedimentos na unidade hospitalar, e um exemplo disso é o uso do colete de identificação pelos atendentes, em que está escrito “Posso ajudar?”. O acessório é um fator simples e importante para o desenvolvimento de processos de otimização no fluxo de acolhimento.

João Paulo Silva, presidente da Fundhacre. Foto: Danna Anute

“Facilitar a orientação e dar respostas aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) do Acre é importante para avançarmos na prestação de serviços na Fundhacre. Atendemos muitas pessoas na unidade, e a maioria está gostando da nova gestão, sobretudo, no atendimento e acolhimento, locais que dão acesso aos outros núcleos da Fundhacre”, destaca a supervisora do Acolhimento da unidade, Socorro Oliveira.

Servidoras da Fundhacre do acolhimento. Foto: Danna Anute

Promover ações de qualidade de vida é um dever, tendo em vista que “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”, conforme preconiza o artigo 196 da Constituição brasileira.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami