DIRETOR DA SANTA CASA

Pastor acusado de assédio sexual é exonerado do gabinete de Mailza Gomes, onde tinha salário de mais de R$ 14 mil


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O diretor da Santa Casa de Misericórdia do Acre, pastor Ildson Viana, que esta semana foi acusado de assédio sexual, foi exonerado do gabinete da senadora Mailza Gomes (Progressistas), onde tinha salário de R$ 14.339,83. A informação foi publicada no Boletim Administrativo do Senado nesta quinta-feira (22).

Pastor Ildson é ferrenho atuante nas redes sociais pela “moral e bons costumes” e defensor de causas bolsonaristas. Na política, ele chegou a ser candidato a vice-governador em 2010 na chapa de Tião Bocalom, hoje prefeito de Rio Branco.

Ildson enfrenta acusação de assédio sexual por parte de uma Jovem que ainda não teve o nome revelado, ela fez um boletim de ocorrência para acusar o pastor e diretor da Santa Casa de Misericórdia de Rio Branco, de durante uma entrevista de emprego ter lhe pedido uma massagem.

JOSE 1
Postagens no Facebook em apoio a causas de extrema-direita são frequentes

*Atualização: 10h23

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami