BATATA ESQUENTANDO

Bocalom é pressionado pelo Ministério Público a afastar Frank Lima


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), recebeu uma recomendação da 2ª Promotoria Especializada de Defesa do Interesse Social do Ministério Público (MPAC) para afastar por 60 dias o secretário de Saúde, Frank Lima, e outros dois servidores públicos.

O promotor Daisson Gomes Teles aponta que após ouvir depoimentos, verificou fortes indícios de que Frank Lima e os servidores estariam tentando prejudicar os trabalhos da investigação que apura as denúncias de assédio sexual movidas por servidores da Secretaria de Saúde (Semsa) contra o gestor.

“É uma situação gravíssima que exige pronta atuação do MPAC, com investigação profunda e eficiente, sobretudo porque foi supostamente praticada por uma alta autoridade municipal. O objetivo é verificar se a conduta do gestor está dentro dos parâmetros da moralidade administrativa ou se afrontou os demais princípios constitucionais. E uma vez verificado sua ocorrência, implicará na eventual responsabilização de seus autores na seara criminal, além da prática de ato de improbidade administrativa”, afirma o promotor.

Além da investigação do MPAC enfrentada por Frank, Bocalom também é alvo de um pedido de impeachment que tramita na Câmara dos Vereadores (CMRB), onde foi denunciado pela advogada Joana D’Arc Valente por crime político-administrativo devido a sua posição diante da polêmica em que Frank Lima está envolvido.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner
Bitnami