DE TENENTE A MAJOR

Após ser condenado por favorecer facção criminosa, capitão do BOPE se aposenta como major


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Dois meses após ter sido condenado por organização criminosa, o capitão Josemar Farias, investigado desde 2018, foi para a reserva remunerada da Polícia Militar nesta sexta-feira (10). Na condenação, em 24 de junho, Farias foi condenado a sete anos e sete meses de prisão, além da perda da função.

No decreto, publicado nesta sexta no Diário Oficial, Gladson Cameli justifica que Farias completou 35 anos de serviços prestados à PM e, por isso, atende aos requisitos da aposentadoria. Além disso, ele vai se aposentar com a patente de major.

LEIA TAMBÉM:

O advogado de defesa do policial, Mário Rosas, diz que ainda aguarda respostas do recurso que entrou recorrendo à sentença.

“Quanto à aposentadoria, antes mesmo da existência desse processo, o Farias já havia alcançado o período necessário para isso e como o processo não transitou em julgado, ou seja, está aberto a questionamentos recursais, não há nenhum impedimento para que ele possa ser transferido para reserva remunerada. A aposentadoria é um direito adquirido, nada mais justo para quem dedicou 30 anos da sua vida ao serviço militar com comportamento excepcional”, destaca o advogado.

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami