MUDANÇAS

Em crise com o partido, Mara Rocha deve deixar o PSDB e se filiar ao PL


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A deputada Mara Rocha já vem há algum tempo com indiferenças políticas e ideológicas com seu partido, o PSDB, principalmente após acontecimentos envolvendo as eleições de 2020.

A “treta” mais recente veio após a confirmação do partido de que adotaria postura de oposição contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que é defendido por Mara e seu grupo político, sobretudo, por seu irmão, o vice-governador do Acre, Major Rocha, do PSL, que confirmou a fusão com o Democratas.

Com destino incerto, ela se tornou convidada de honra da inauguração da nova sede do Partido Liberal (PL), que agora é presidido a nível estadual por Sérgio Bayum.

LEIA TAMBÉM:

Em publicação no site do partido, o PL escreveu: “numa emocionada celebração, que contou com as mais expressivas lideranças políticas do Estado acreano, a inauguração da nova sede liberal, entretanto, superou todas as expectativas depois do anúncio da filiação futura da deputada Federal Mara Rocha, mulher de maior relevo no quadro político do Acre”.

Para o presidente Sérgio Bayum, a filiação de Mara Rocha é importante para que o PL chegue a patamares que sem ela [a deputada] não eram cogitáveis”.

Mesmo com a confirmação vindo por parte do partido, em entrevista ao jornal AcreNews, Mara evitou falar se aceitou ou não o convite, se limitando apenas a dizer que fica muito honrada e que decidirá após avaliação de seu grupo político.

O evento de inauguração da nova sede do PL contou ainda com as presenças do Major Rocha e do prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB).

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner
Bitnami