TRAGÉDIA

Mulher morta por motorista sem CNH em Rio Branco tinha passagem comprada para ver o mar: “era o sonho dela”


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe
Josilayne morreu ao ser atingida por carro conduzido por motorista sem CNH em Rio Branco — Créditos pela imagem: Juruá Online

“Ela cuidava da minha vida, passou perrengue junto comigo. Quando tínhamos um lava jato, ela lavava carros comigo. Andamos de carro velho e compramos passagem para tirar férias, era o sonho dela ver o mar”.

As palavras emocionantes foram ditas pelo marido de Maria Josilayne Ferreira Duarte, morta aos 24 anos atropelada por Gabrielly Lima Mourão, de 19 anos, que dirigia sem ser habilitada um veículo Renault Sandero, a qual perdeu o controle na Estrada da Floresta na noite da última quarta-feira (29), em Rio Branco.

Gabrielly Lima Mourão foi autuada por homicídio culposo após atropelar e matar motociclista no Acre — Foto: Arquivo
Gabrielly foi solta após pagamento de fiança. Foto/Divulgação

Casados há 10 anos, os dois se conheceram quando ainda eram adolescentes, ao choros de saudade e não conformado, o jovem relembra em entrevista dada à jornalista Rose Lima, do Ecos da Notícia (vídeo abaixo), que a esposa dizia que tinha o sonho de viajar pelo mundo e depois se “aquietaria” e teria filhos.

Inconformado, marido de Maria Josilayne chora ao lembrar da esposa. Foto/Facebook/Ecos da Notícia

LEIA TAMBÉM:

Josi, como era mais conhecida, havia acabado de se formar em Odontologia e pilotava uma motocicleta Honda Biz de cor vermelha quando foi atingida pelo veículo desgovernado. Ela morreu ainda no local, o sepultamento está marcado para às 16h desta sexta-feira (1º).

A tragédia lembra a morte de outra jovem, Jonhliane Paiva, no dia 6 de agosto de 2020, que também pilotava uma Biz vermelha e perdeu a vida ao ser atropelada por Ícaro Pinto, que disputava um ‘racha’ na avenida Antônio da Rocha Viana

Assim como aconteceu com Ícaro, Gabrielly também chegou a ser presa e indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Mas diferente da outra situação, a jovem conseguiu ser solta após audiência de custódia e pagamento de fiança no valor R$ 2,2 mil. Não há indícios de que ela estivesse alcoolizada no momento do acidente.

Live feita por Rose Lima para o Ecos da Notícia:

+1
1
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner
Bitnami