PROTESTO

Manifestantes fazem ato contra o presidente Bolsonaro no Acre


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Manifestantes fizeram um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro, na tarde deste sábado (2), no Centro da capital acreana, Rio Branco. O evento ocorreu na Gameleira, e a concentração aconteceu às 16h.

Com cartazes, os participantes discursaram e falaram sobre a insatisfação em relação ao governo Bolsonaro não só para o Acre, mas para todo o país. Além disso, ocorreram várias apresentações culturais. A manifestação teve como seguimento a frase: ‘Nem Bala! Nem fome! Nossa luta é por emprego, renda, e comida no prato!

Além de pedir o impeachment do presidente, o ato também era contra as privatizações, a atual política econômica, o desemprego e a fome.

Manifestantes fizeram ato contra o presidente Bolsonaro no Acre — Foto: Arquivo pessoal

Manifestantes fizeram ato contra o presidente Bolsonaro no Acre — Foto: Arquivo pessoal

A manifestação foi organizada por centrais sindicais, uniões estudantis, sindicatos e partidos políticos. Ao todo, pelo menos 20 entidades participaram do ato.

Devido ao calor que fez em Rio Branco neste sábado, a organização optou por fazer o evento parado, apenas na Gameleira. Os organizadores informaram que todas as medidas sanitárias foram tomadas pelos participantes, como o uso de máscaras e distanciamento social, para evitar a proliferação do novo coronavírus.

A Polícia Militar do Acre fez rondas no local para fazer a segurança do evento.

Manifestantes também se reuniram em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo pessoal
Manifestantes também se reuniram em Cruzeiro do Sul — Foto: Arquivo pessoal

Manifestação também no interior

Em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre, o movimento teve início por volta das 17 horas, na Avenida Rodrigues Alves. A manifestação teve como seguimento a frase: ‘Pela vida, democracia e renda!

Os manifestantes também pediram o impeachment do presidente e são contra as privatizações, a atual política econômica, o desemprego, a fome, manipulação de informações, negacionismo do governo e o atraso na compra de vacinas. Além disso, foi feita uma homenagem às vítimas da Covid-19. Não ocorreu caminhada pelas ruas do município.

Vários movimento sindicais e entidades estudantis também participaram da manifestação. O espaço foi aberto para atividades culturais.

Manifestantes são contra a privatização — Foto: Foto: John Müller/Rede Amazônica Acre
Manifestantes são contra a privatização — Foto: Foto: John Müller/Rede Amazônica Acre

Concentração começou por volta das 16 horas, na Gameleira, onde ocorreu o ato — Foto: John Müller/Rede Amazônica Acre
Concentração começou por volta das 16 horas, na Gameleira, onde ocorreu o ato — Foto: John Müller/Rede Amazônica Acre

*Com informações do G1 Acre

+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
1

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner
Bitnami