TIRAR O DOCE...

CPI da Covid vai pedir banimento de Bolsonaro das redes sociais após fake news sobre vacina e AIDS


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A cúpula da CPI da Covid decidiu nesta segunda-feira (25) ampliar a lista de pedidos de indiciamento e incluir 10 novos nomes no relatório final que será votado pela comissão nesta terça-feira (26). Com isso, segundo o vice-presidente da comissão, Randolfe Rodrigues, o número de indiciamentos propostos deve chegar a 78.

A inclusão ocorreu depois de sugestões feitas por integrantes do grupo majoritário da CPI e de uma reunião desses parlamentares nesta segunda-feira (25) na casa do senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente do colegiado.

A cúpula da CPI também decidiu que nesta terça-feira (26) será votado um requerimento em plenário para que seja pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF), em ação endereçada ao ministro Alexandre de Moraes, que o presidente Jair Bolsonaro seja banido ou suspenso das redes sociais.

A ideia ganhou força na CPI após Bolsonaro fazer, na live da última quinta-feira (21), menção a uma notícia falsa que associa a vacinação contra a Covid-19 ao desenvolvimento da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids). Após repercussão negativa, o registro da transmissão foi excluído por YouTube, Facebook e Instagram.

Facebook e YouTube tiram do ar live em que Bolsonaro associa vacinas contra Covid à Aids
Facebook e YouTube tiram do ar live em que Bolsonaro associa vacinas contra Covid à Aids

Os senadores também vão pedir no requerimento que a Corte determine a Bolsonaro que se retrate publicamente da afirmação, sob pena de ter de pagar multa de R$ 50 mil, por dia de descumprimento, caso não o faça.

“Em relação ao presidente, antes de iniciar a reunião, vamos submeter ao plenário um requerimento ao Alexandre de Moraes, para que seja determinada uma retratação pública do presidente pelo que falou em relação a vacinas, sob pena de multa de R$ 50 mil, por dia. E o banimento ou, se não for possível, a suspensão das contas do presidente”, disse o vice-presidente, Randolfe Rodrigues.

Ainda, segundo o senador, deve ser incorporado ao relatório final da Comissão uma solicitação para que o Tribunal de Contas da União (TCU) determine à Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) que elabore, no prazo de 30 dias, um parecer técnico sobre os remédios.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner