TRETA POLÍTICA

Mailza Gomes explica demissão de servidora grávida e acusa grupo de Marcio Bittar de tirar “proveito político” da situação


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A senadora Mailza Gomes (PP/AC) falou na manhã desta sexta-feira (29) a respeito da demissão de uma servidora grávida de seu gabinete. A parlamentar explicou que o fato tem mais fins políticos, que de justiça. A senadora explicou que ao tomar conhecimento que a servidora estava grávida, ordenou que ela não fosse exonerada.

“Eu fiz uns ajustes no gabinete, quando houve essas demissões, não foi só ela, foram várias. Ela não tinha informado ainda pra gente que ela estava grávida. Ela estava com menos de 3 meses de grávida. Depois foi feita a demissão, ela veio dizer que estava grávida e eu pedi para o meu chefe de gabinete: ‘seu Oscar, não demita. Cancele a demissão e deixa ela. Já que ela está grávida, não posso demitir’. Ele falou assim: ‘tá bom, vou falar com ela’. Você tem a opção, quando você demite no Senado, o Senado assume o tempo de gravidez dela e mais 5 meses de licença maternidade que ela teria. Então, eu disse, ‘o senhor não demita, seu Oscar’. Ele [Oscar] foi conversar com ela, e ela falou assim: ‘não, seu Oscar, não tem problema, não. Eu prefiro fazer o acerto e receber do que voltar a trabalhar, pra mim tá tudo bem’. E foi feito o acerto, ela recebeu os 9 meses de gravidez e mais os 5 de licença maternidade que ela teria”, explicou.

Mailza Gomes esclareceu que não cometeu nenhuma ilegalidade ao exonerar a servidora, a pedido. “Então, ficou certo. Não cometi nenhuma injustiça e nenhuma ilegalidade. Isso é o possível e foi feito. Foi dado a oportunidade dela voltar, ela não quis, preferiu fazer o acerto e ela ainda deixou de trabalhar os 8 meses que naturalmente ela teria trabalhado grávida. Ela não perdeu nada por isso, nem um direito. O trabalho dela, os meses dela que ela teria por estar grávida, ela recebeu”.

E disparou: “Isso é mais uma questão política que de justiça. Quer tirar proveito político disso aí. Ela é irmã do Eduardo Velloso, que é suplente do Marcio Bittar [senador]”, que tem Marcia Bittar pré-candidata ao Senado.

*Com informações do Notícias da Hora

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner