CLIMA ESQUENTA

PT divulga nota de repúdio contra senador Marcio Bittar: “um legítimo político-urubu”


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou uma nota de repúdio nesta sexta-feira (19) contra o senador Marcio Bittar (MDB) por críticas feitas ao ex-governador Jorge Viana e ao ex-presidente Lula.

Bittar respondeu a uma fala de Viana sobre as emendas de relator, que ficou mais conhecido como “Orçamento Secreto”, na qual o senador é o mandatário. Em entrevista à TV Gazeta, Jorge Viana chegou a dizer que o orçamento secreto é “caso de polícia”.

Em resposta, Bittar disse em entrevista ao jornal ac24Horas: “primeiro que quem faz aliança com bandido condenado, em segunda instância, é o Jorge Viana com o Lula. E, segundo, ninguém do PT tem moral pra dar lição em ninguém porque nunca na história do mundo houve roubalheira como no governo do PT”.

Na nota, o PT cita que o próprio vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), não divergiu da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de suspender por 8 votos a 2 as emendas de relator. O vice-presidente chegou a declarar que essa é uma “manobra para que beneficia apoiadores do governo”.

Sobre Bittar, a nota diz em trecho que “sua mediocridade é tão evidente que até mesmo seus aliados renegam suas obras” e finaliza o chamando de “político-urubu”, que segundo explicado é o político que “tem sempre podridão por perto”.

Leia na íntegra:

“Repudiamos veementemente os ataques levianos, covardes e mentirosos do senador Marcio Bittar ao ex-governador Jorge Viana e ao ex-presidente Lula.

Márcio Bittar é um político medíocre que se valeu da confusão política de 2018 para angariar o mandato que ocupa. Até aqui, como senador, esse senhor só envergonhou o Acre. Suas posições contra professores, pobres e o meio ambiente mostram, por sí, quem ele é.

Sua mediocridade é tão evidente que até mesmo seus “aliados” renegam suas obras, como foi o caso da relatoria do orçamento federal, das tais emendas extra-orçamentárias e do tal orçamento paralelo, sobre o qual o próprio vice-presidente da República Hamilton Mourão, confirmou tratar-se de compra de apoio político do governo Bolsonaro no Congresso Nacional.

O sobrenome Bittar é conhecido da história acreana. Seja pelas armações passadas, como no famoso caso da Conta Flávio Nogueira, seja pelos episódios recentes envolvendo o DEPASA, em que parentes (irmãos) e apadrinhados políticos seus foram presos e estão sendo acusados de corrupção.

O estridente caso da alocação de R$ 126 milhões de recursos públicos para a “Santa Casa”, uma organização privada, escandalizou a todos e pôs o MPF em alerta.

Como visto, Márcio Bittar é um legítimo político-urubu: tem sempre podridão por perto. Quem operou o escandaloso esquema do “Orçamento Secreto” para irrigar a horta do Centrão com bilhões de reais de dinheiro público não tem moral para atacar Jorge Viana e Lula.

O povo acreano, no tempo certo, saberá devolvê-lo à mediocridade de sua existência.

Direção Estadual do PT/Acre”

 

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner