HISTÓRICO

Sargento Nery já responde processo pela morte de adolescente com 6 tiros


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Após protagonizar o episódio que terminou com o estudante de medicina Flavio Endres de Jesus Ferreira, de 30 anos, baleado com quatro tiros em um bar de Epitaciolândia na madrugada do último domingo (28), veio à tona um outro processo que está sendo respondido pelo sargento da Polícia Militar (PM), Erisson Nery, de 39 anos, que envolve a morte de um adolescente de 16 anos.

A informação foi publicada inicialmente pelo site Notícias da Hora e ressalta um depoimento feito por Ângela Maria de Jesus, mãe de Fernando de Jesus, que em novembro de 2017 foi morto com seis tiros dentro da residência do Sargento Nery.

De acordo com a mãe, o corpo do filho estava molhado quando deu entrada no Instituto Médico Legal (IML). Ela contou à Justiça, que soube que o policial mesmo percebendo que o filho estava morto, continuou atirando no menor e “propositalmente”, não prestou o socorro imediato.

Embora não negue que o filho fosse usuário de drogas, a mãe afirma que ele não tinha envolvimento com facções criminosos e nunca havia usado arma de fogo. O depoimento consta nos autos do processo que tramita na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar, do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC).

Polêmica recente

Na madrugada de domingo (28), o estudante de medicina Flavio Endres foi baleado com quatro tiros por sargento Nery após confusão iniciada em um bar de Epitaciolândia onde assistiram o jogo entre Flamengo e Palmeiras na final da Libertadores na tarde anterior.

Veja a cobertura completa:

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner