CRÍTICA ABERTA

Com arrecadação de alimentos e crítica a Bocalom, festa do ‘Papai Noel Gay’ será realizada em Rio Branco


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Nem todas as polêmicas envolvendo ‘Papai Noel Gay’ em Rio Branco foram suficientes para impedir a realização do musical em Rio Branco, com direito a programação com DJs e ‘chopp em dobro’, o Studio Beer, um dos maiores pubs da capital, confirmou a festa.

O Projeto Papai Noel Gay foi aprovado na Fundação de Cultura Garibaldi Brasil (FGB) pela Análise Técnica, na área de Música, conforme prevê o Edital n.º 01 do Fundo Municipal de Cultura, instituído no âmbito do Sistema Municipal de Cultura. As custas do musical seria de R$ 15 mil, mas teve o veto pedido pelo prefeito Tião Bocalom (Progressistas).

Banner da festa divulgada pelo Studio Beer. Foto/Divulgação.

O pedido de veto criticado pelo ex-presidente da FGB, Sergio de Carvalho, que apontou suposta censura. A crítica também veio do presidente do Conselho Estadual de Combate à Discriminação LGBT no Acre, Germano Marino, que declarou na polêmica:

“É uma ação por manifestação cultural, onde o artista se apresenta performático de DRAG QUEEN, com músicas, havendo também no conjunto da apresentação à distribuição de insumos de prevenção ao HIV e outras doenças, buscando promover uma reflexão coletiva, com foco na preservação de doenças sexualmente transmissíveis, o combate às práticas discriminatórias voltadas a população LGBTQIAP+”

O Papai Noel Gay será a principal atração do Studio Beer, em Rio Branco, no próximo sábado (18), em  uma programação com DJs e chopp em dobro em uma noite cujo Natal será de todas as cores e da diversidade.

O Papai Noel Gay acontece no próximo sábado (18) chega ao Studio às 22h. O ingresso custa R$ 20 (inteira) R$ 10 (estudante) e quem levar um quilo de alimento, que depois será distribuído para famílias carentes, paga meia entrada.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner