NUTRIÇÃO E BEM-ESTAR

Todo mundo pode fazer dieta?


Não é difícil escutar perguntas do tipo: “criança pode fazer dieta?”, “grávida pode fazer dieta?” “idoso pode fazer dieta?”. O que me leva a crer que muitas pessoas podem estar equivocadas em relação ao que significa o termo “dieta”.

Etimologicamente, a palavra dieta quer dizer “modo de viver”. Na nutrição, a palavra é utilizada para se referir ao estilo ou modo de se alimentar. Seguir uma dieta não quer dizer que você vai emagrecer. Nem todas as dietas são baixas em calorias ou restritivas. Você pode fazer dieta para ganhar músculos, amenizar sintomas de doenças, ajudar na recuperação após cirurgias, manter a saúde, dentre muitos outros objetivos.

O problema é que as dietas que costumam ser divulgadas nas mídias ou redes sociais, geralmente, são dietas não individualizadas e com foco no emagrecimento. Por isso, a maioria das pessoas associa dieta a algo muito restritivo, e isso acaba gerando um certo receio em adotar um novo estilo de alimentação.

Já cheguei a ouvir comentários do tipo “não vou fazer dieta agora pois estou amamentando e preciso comer bem”. Minha gente, o intuito principal da dieta deveria ser justamente fazer você comer bem! Independentemente da quantidade de calorias da dieta, a qualidade alimentar deve sempre ser preservada. Uma boa dieta é aquela que contribui para a sua saúde, não o contrário.

Agora pensem comigo, se uma pessoa pode não seguir uma dieta específica e comer tudo desregulado, sem saber se aquilo será benéfico ou não para a sua saúde, qual seria o problema dela seguir uma dieta prescrita por um profissional responsável?

Então, SIM, grávidas, idosos, crianças, lactantes, todos podem seguir uma dieta (que pode ser chamada de plano alimentar, cardápio, reeducação alimentar, ou outro nome que você prefira) desde que seja algo com a quantidade calórica adequada, que tenha os alimentos e nutrientes que você precisa e consegue consumir, que esteja de acordo com o seu objetivo e seja o mais individualizado possível, com o foco sempre na melhora da saúde e qualidade de vida. O que não vale é seguir dietas tiradas de qualquer lugar, muito restritivas, sem variedade alimentar, que não vão fornecer o que seu corpo precisa, pois essas sim, podem acabar te trazendo prejuízos.

Leia outros artigos de Lara Almeida:

Post navigation

Lara Almeida

Nutricionista, formada pela Universidade Federal do Acre. Atua em hospital, consultório e é professora. Instagram: @almeidalaraa