INVESTIGAÇÃO

Secretaria de Saúde de Rio Branco determina investigação em contratos com empresa que recolhe lixo hospitalar


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A secretária de Saúde de Rio Branco, Sheila Andrade Vieira, determinou a abertura de um processo administrativo disciplinar (PAD) para apurar supostas irregularidades no contrato com a empresa MXP Usina de Incineração de Resíduos, responsável pela coleta e incineração de lixo hospitalar na capital.

A determinação foi publicada por meio de portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (11).

“Para cumprir as suas atribuições, a Comissão terá acesso à documentação necessária à elucidação dos fatos, podendo colher declarações, depoimentos e demais provas que se entenderem pertinentes”, diz Sheila Andrade.

A Comissão tem 30 dias para conduzir a instrução processual e elaborar o relatório final, podendo este prazo se prorrogar por mais 30 dias.

O PAD acontece após fiscalização realizada pelo Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) na última quinta-feira (6), onde foi encontrada uma grande quantidade de lixo hospitalar que estava acumulado dentro da Unidade de Saúde Básica (USB) Vitória.

Na fiscalização, de acordo com o CRM, foi constatado que o lixo hospitalar não estava sendo coletado desde dezembro do ano passado devido a problemas no contrato com a empresa responsável pela coleta.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner